Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

PF diz que empresa de telemarketing do RJ espalhou boato sobre o Bolsa Família

No último fim de semana, a Caixa registrou 920 mil saques de beneficiários do programa

Rio de Janeiro|Do R7

A PF (Polícia Federal) descobriu durante as investigações sobre o boato espalhado no último final de semana de que o Bolsa Família iria acabar que a origme das informações é uma central de telemarketing com sede no Rio de Janeiro.

Uma mensagem de voz distribuída pela central anuncia aos ouvintes beneficiários o fim do programa, conforme dados do inquérito aberto no início da semana a partir de uma determinação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. A descoberta reforça a tese de que a ação tenha sido organizada. As informações são do jornal O Globo.

O boato provocou correria às agências da Caixa Econômica Federal. Somente no último final de semana, a Caixa Econômica Federal registrou 920 mil saques de beneficiários do programa. As informações desencontradas sobre o pagamento do Programa Bolsa Família provocaram uma corrida às agências que levou os beneficiários a sacarem R$ 152 milhões.

Leia mais notícias no R7

Publicidade

A polícia tentará agora descobrir quem contratou os serviços de telemarketing e se, de fato, existe algum grupo com interesse político-eleitoral por trás da tentativa de se assustar os beneficiários do Bolsa Família. A polícia decidiu também interrogar, a partir da próxima semana, as 200 primeiras pessoas a fazer saques logo após o início da disseminação dos boatos sobre o fim dos programas.

A PF também já tem informações sobre pessoas que receberam telefonemas no último final de semana com mensagens sobre o fim do Bolsa-Família.

Publicidade

A PF não confirma o número de pessoas identificadas, mas diz que dispõe de informações sobre a possibilidade do boato ter surgido a partir de ligações originadas por telemarketing.

A Caixa ficou de repassar nesta sexta-feira (24) à Divisão de Crimes Cibernéticos da PF, responsável pelas investigações, as informações relativas aos dois primeiros saques feitos após a disseminação do boato. Os dados podem ajudar a localizar a origem dos rumores.

Publicidade

Após o ocorrido, o governo federal disse que vai passar a fazer um monitoramento "mais fino" dos saques feitos por beneficiários do Programa Bolsa Família durante os finais de semana.

Segundo a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, a medida vai se somar a outros mecanismos de controle do pagamento dos benefícios.

A finalidade é permitir uma resposta mais rápida a problemas como os tumultos do último fim de semana em agências bancárias da Caixa Econômica Federal e lotéricas de 12 Estados.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.