Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Grupamento Aéreo orienta sobre utilização de drones no Carnaval de Salvador

Para evitar os riscos a quem utiliza foram editadas a Circular de Informações Aeronáuticas

Carnaval 2015|Do R7

De acordo com o Graer, o objetivo das orientações transmitidas é garantir a segurança e evitar acidentes tanto para os foliões
De acordo com o Graer, o objetivo das orientações transmitidas é garantir a segurança e evitar acidentes tanto para os foliões De acordo com o Graer, o objetivo das orientações transmitidas é garantir a segurança e evitar acidentes tanto para os foliões

Na manhã desta quarta-feira (11), o Graer (Grupamento Aéreo) da Polícia Militar recebeu profissionais e usuários de Vants (veículos aéreos não-tripulados), também conhecidos como drones, no quartel do Comando Geral, no largo dos Aflitos, em Salvador. Eles foram orientados sobre a importância da obediência às normas da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), principalmente quando utilizados em locais de grande aglomeração de pessoas e circulação de outras aeronaves, como o Carnaval.

Leia mais notícias no R7 BA

De acordo com o Graer, o objetivo das orientações transmitidas é garantir a segurança e evitar acidentes tanto para os foliões, que curtem a festa na avenida, quanto para pilotos de aeronaves tripuladas. Segundo o subcomandante do Graer, major Renato Lima, o aumento significativo do número de drones em eventos públicos da cidade, a exemplo da última Lavagem do Bonfim, criou a necessidade de alertar sobre a obediência aos requisitos de voo e pilotagem exigidos.

— Esses instrumentos precisam atender às normas administrativas, junto à Anac, a exemplo da documentação, e também operacionais, junto ao Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo). Temos visto que muitas das regras não são seguidas e muitas são até desconhecidas.

Para evitar os riscos a quem utiliza e às pessoas sob as aeronaves foram editadas a Circular de Informações Aeronáuticas, a AIC-N 21/10, e a Instrução Suplementar 21-002, que regulamentam a operação das aeronaves. A fiscalização e aplicação de sanções a quem desobedecer às normas são de responsabilidade da Polícia Federal.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.