Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Espetáculo Sylvia ganha temporada no Teatro Porto

Para além da comédia e apoiado em temas sensíveis como crise de meia idade, síndrome do ninho vazio e responsabilidade afetiva, o espetáculo...

Cartão de Visita|

Para além da comédia e apoiado em temas sensíveis como crise de meia idade, síndrome do ninho vazio e responsabilidade afetiva, o espetáculo, que fez sua estreia em 2019, realiza 2ª temporada na capital paulista a partir de outubro

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento

A peça teatral Sylvia, escrita por A.R. Gurney, vem cativando plateias desde sua estreia Off-Broadway, em 1995. Envolvente, a história, que gira em torno de Sylvia, uma encantadora cadela, e o casal que a adota, conduzem o público a uma sensível comédia, agora estrelada por Cássio Scapin, Vera ZimmermannSimone Zucato e Thiago Adorno. O espetáculoretorna a São Paulo, para uma nova temporada no Teatro Porto, a partir de 20 de outubro, onde segue em cartaz até 10 de dezembro, com apresentações às sextas e sábados, às 20h, e aos domingos, às 17h.

Sob a direção de Gustavo Wabner e com tradução de Simone Zucato, que se divide ainda entre a idealização e o papel-título, o espetáculo convida a todos a embarcarem em uma viagem para a vibrante Nova York dos anos 90, onde Greg, um homem de meia-idade e classe média alta, encontra a adorável Sylvia no parque e decide levá-la para o lar compartilhado com a esposa, Kate. Sua decisão acaba por desencadear uma série de eventos engraçados e comoventes, que se desenrolam quando o relacionamento entre os três personagens passa a ser habilmente explorado, revelando uma trama de laços emocionais e desafios cômicos.

Mergulhando em questões relevantes e atemporais como amor, lealdade, compromisso e responsabilidade afetiva, bem como a síndrome do ninho vazio e a importância de se ter um cachorro na família, à medida que Sylvia se torna, não apenas uma mascote, mas uma fonte de inspiração e transformação para Greg, a dinâmica entre o casal, se torna também um ponto central de tensão, levando o público à reflexão, especialmente durante cenas em que a trilha sonora, assinada por Daniel Maia, que mescla composições originais com sucessos como Stand By Me, Pretty Woman, Moon River e The Dog Days Are Over - essa considerada um ponto alto -, encapsulam as complexas emoções entre os personagens principais, culminando em um desfecho surpreendente.

Publicidade

SYLVIA PELO MUNDO

A produção inicial de Sylvia foi apresentada no Estágio I do Manhattan Theatre Club, em 2 de maio de 1995, arrebatando o público com 167 emocionantes apresentações. Sob a direção de John Tillinger, o elenco estrelou com Sarah Jessica Parker no papel-título, ao lado de Blythe Danner e Charles Kimbrough. O espetáculo recebeu indicações ao Drama Desk Award, nas categorias de Melhor Peça, Melhor Atriz em uma Peça (Parker) e Melhor Figurino (Jane Greenwood).

Publicidade

Em fevereiro de 1997, Sylvia encantou os espectadores no Coronet Theatre, em Los Angeles, com Stephanie Zimbalist brilhando no papel-título. A peça também teve notável sucesso no La Mirada Theatre, em Los Angeles, Califórnia, em 2007, com a renomada Cathy Rigby interpretando Sylvia.

A produção no Berkshire Theatre Group, em Stockbridge, Massachusetts, em julho de 2011, foi aclamada como uma "obra-prima cômica" por críticos e audiências.

Publicidade

A estreia na Broadway ocorreu no Cort Theatre, em 2 de outubro de 2015, com Annaleigh Ashford no papel principal. O elenco também contou com Matthew Broderick, Julie White e Robert Sella, sob a direção de Daniel J. Sullivan. A produção, aclamada pela crítica, teve uma temporada limitada até 3 de janeiro de 2016, com figurinos magistralmente concebidos por Ann Roth.

Siga a peça no Instagram @sylviaapeca

Ficha Técnica: 

Texto: A. R. GURNEY. Tradução: Simone Zucato. Direção: Gustavo Wabner. Elenco: Cássio Scapin, Vera Zimmermann, Simone Zucato e Thiago Adorno. Cenário: Camila Schimtz. Figurino: Marcelo Marques. Iluminação: Wagner Freire. Trilha sonora: Daniel Maia. Preparação Vocal: Edi Montecchi. Visagismo: Anderson Bueno. Fotos e programação visual: Victor Hugo Cecatto. Assistente de direção: Jessé Scarpellini. Assistente de cenografia: Sheila Zago. Administração financeira: Sônia Odila. Diretora Técnica: Débora Zats. Captação de recursos: Gheu Tibério. Contabilidade: Beltrame Contabilidade. Produção executiva: Vanessa Campanari. Direção de Produção: Edinho Rodrigues. Idealização: Simone Zucato. Realização: SPZ Produções Artísticas.

Serviço:

Sylvia

De 20 de outubro a 10 de dezembro

Sextas e sábados, às 20h e domingos, às 17h.

Ingressos:

Sexta-feira: R$ 70,00 / R$ 35,00 (plateia) e R$ 50,00 / R$ 25,00 (frisa e balcão);

Sábados e domingos: R$ 80,00 / R$ 40,00 (plateia) e R$ 60,00 / R$ 30,00 (frisa e balcão).

Obs.: Dias 20, 21 e 22/10 ingressos a preços populares: R$ 40,00 e R$ 20,00

Duração: 90 minutos.

Classificação: 12 anos.

Link vendashttps://bileto.sympla.com.br/event/86902

TEATRO PORTO 

Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.

Telefone (11) 3366.8700

Bilheteria: 

Aberta somente nos dias de espetáculo, duas horas antes da atração. 

Clientes Porto Seguro Bank mais acompanhante têm 50% de desconto.

Clientes Porto mais acompanhante têm 30% de desconto.

Vendaswww.sympla.com.br/teatroporto

Capacidade: 508 lugares.

Formas de pagamento: Cartão de crédito e débito (Visa, Mastercard, Elo e Diners).

Acessibilidade: 10 lugares para cadeirantes e 5 cadeiras para obesos.

Estacionamento no local: Gratuito para clientes do Teatro Porto.

Siga o Teatro Porto nas redes sociais:

Facebookfacebook.com/teatroporto

Instagram: @teatroporto

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.