Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

O show do artista Humberto Gessinger no dia 20/10/24, domingo, a partir das 19h, no Theatro Pedro lI

Um dos grandes artistas do pop rock nacional, Humberto Gessinger tem trilhado uma brilhante carreira solo, marcada sempre por experimentar...

Cartão de Visita|Do R7

Um dos grandes artistas do pop rock nacional, Humberto Gessinger tem trilhado uma brilhante carreira solo, marcada sempre por experimentar várias formações diferentes, muitas vezes no mesmo projeto. Seu quarto álbum inédito, “Quatro Cantos de um Mundo Redondo”, traz diferentes formações de banda, e foi lançado em quatro etapas no digital. O próprio Humberto explica essa decisão: “Nunca me senti muito à vontade lançando singles. Sempre me pareceu que, ao escolher uma música para ficar em primeiro plano, estava, na verdade, deixando as outras para trás. Por isso, resolvi lançar as canções no streaming em blocos, divididas pelo formato em que foram gravadas (Power Trio, Trio Acústico, Quarteto e Solo)”.

As primeiras lançadas foram “Fevereiro 13” e “AEIOU”. “Fevereiro 13” foi gravada no icônico Estúdio Atlantis (Estocolmo/Suécia), conhecido por gravações de nomes como Abba, Roxette, Green Day, Aha, Lenny Kravitz, Elvis Costello, The Hives, entre outros. “Escrevi essa canção para minha filha, Clara, que mora em Estocolmo. Gravei a canção lá, no lendário Estúdio Atlantis. Em um mesmo take, cantei e toquei violão captando a sonoridade maravilhosa da sala em um único e clássico microfone. Depois, complementei a faixa com baixo fretless e órgão Hammond. Cruzar um oceano pra gravar de forma minimalista, como se fazia no século passado, com um único microfone que certamente já estava na ativa antes de eu nascer?! Sim. Exatamente!” – explica ele. Já “AEIOU”, gravada em Porto Alegre, é uma canção de Bebeto Alves, figura fundamental para a música gaúcha feita a partir dos anos 70. Nesta versão, Gessinger contou com as participações de Duca Leindecker nos vocais e Marcelo Corsetti na guitarra.

Para gravar “No Delta dos Rios”, “Espanto” e “Vaga Semelhança” ele montou o “Power Trio”, com ele no baixo e teclados acompanhado por Rafa Bisogno na bateria e Felipe Rotta na guitarra.

No quarteto, Gessinger toca guitarra de 12 cordas, acompanhado por Fernando Petry no baixo, Diego Dias nos teclados e Luigi Vieira na bateria. Com essa formação, registrou “Um Brinde” e “Toxina”.

Publicidade

“A Noite Inteira”, “Mais que Sombras” e “Começa Tudo Outra Vez” foram gravadas pelo Trio Acústico: Gessinger no violão e viola caipira ao lado de Nando Peters no baixo e Paulinho Goulart no acordeon.

Nas dez faixas do álbum, Humberto Gessinger convida os fãs para um passeio pelos cantos do mundo, e pelas várias possibilidades sonoras através quais ele trafega.

Publicidade

“Não é fácil ser objetivo ao falar de um novo trabalho. Há muita emoção envolvida. Mas, se me perguntassem onde eu gostaria de estar nesse momento da minha carreira, eu diria sem dúvida: nos QUATRO CANTOS DE UM MUNDO REDONDO.” – finaliza Humberto.

“Quatro Cantos de Um Mundo Redondo” também será lançado nos formatos LP e K7.

Publicidade

Serviço:

- Show: Humberto Gessinger

- Data: 20/10/24 (domingo) as 19h

- Local: Theatro Pedro II

- Ingressos (1º. Lote): Platéia:  Inteira R$ 300 e R$ 150 meia / Frisas: Inteira R$ 280 e R$ 140 meia / Balcão Nobre: Inteira R$ 220 e R$ 110 meia /  Balcão Simples: Inteira  R$ 200 e R$ 100 meia

- Pontos de venda: bilheteria do Theatro Pedro II e online pelo link: https://www.icones.com.br/evento/240930-humberto-gessinger

- Informações: (16) 3977-8111 ou https://www.icones.com.br/contato

- Realização: Oceania Eventos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.