Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ator Kevin Spacey é declarado inocente de agressões sexuais por júri britânico

Astro de 'House of Cards' e 'Beleza Americana' foi acusado de abusar de quatro pessoas entre 2001 e 2013

Cinema|

Kevin Spacey é inocentado após julgamento
Kevin Spacey é inocentado após julgamento Kevin Spacey é inocentado após julgamento

O ator americano Kevin Spacey, acusado de ter agredido sexualmente quatro pessoas no Reino Unido, foi declarado inocente nesta quarta-feira (26), dia em que completa 64 anos, no fim de um julgamento muito midiático em Londres.

Após um mês de audiências e 12 horas de deliberação, os membros do júri declararam Spacey inocente das nove acusações que enfrentava. Quando o veredicto foi anunciado, o ator enxugou as lágrimas e fez gestos de agradecimento.

Desde o início do julgamento, sob forte expectativa da mídia, no fim de junho, Spacey, que havia se declarado inocente de todas as acusações, foi apresentado pela Promotoria como um assediador sexual que usava sua influência para abusar de homens jovens.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

• Compartilhe esta notícia no Telegram

O ator, vencedor de dois Oscar por seus papéis em Beleza Americana e Os Suspeitos, afirmou que todas as relações foram consentidas e que alguns fatos eram pura invenção dos denunciantes.

Publicidade

Quatro homens o acusaram de agressão sexual entre 2001 e 2013, especialmente a partir de 2004, quando era diretor do renomado teatro Old Vic, em Londres.

A acusação mais séria contra o protagonista da série House of Cards diz respeito a um homem que o acusou de "drogá-lo" e fazer sexo com ele enquanto dormia.

Publicidade

"Grande paquerador"

As primeiras acusações contra Spacey surgiram em 2017, no início do movimento #metoo, em um momento em que estava no auge de sua fama como protagonista da série de sucesso da Netflix.

Como consequência, ele foi afastado de House of Cards e de outros projetos em que iria participar.

Nos interrogatórios da polícia, divulgados durante o julgamento, os quatro homens disseram não ter ousado denunciar antes por medo de não serem acreditados, ao enfrentarem uma figura muito famosa e influente.

Diante do júri, o ator se descreveu como um "grande paquerador", mas negou qualquer comportamento "violento", "agressivo" ou "doloroso", afirmando que os argumentos da acusação eram "fracos".

Ele se declarou "destruído" pelas acusações e lamentou uma "reputação perdida". O cantor britânico Elton John prestou depoimento em Mônaco a seu favor.

Também acusado de agressão sexual nos Estados Unidos, Spacey foi declarado inocente por um tribunal civil de Nova York no ano passado. Em 2019, as acusações contra ele foram retiradas em outro caso.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.