Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Nunca fiz sexo com Elvis, ele respeitava o fato de eu ter 14 anos', diz Priscilla Presley em Veneza

A ex-mulher do Rei do Rock está na cidade italiana por conta da cinebiografia de sua vida

Cinema|

Cinebiografia de Priscilla é baseada em seu livro 'Elvis e Eu', lançado em 1985
Cinebiografia de Priscilla é baseada em seu livro 'Elvis e Eu', lançado em 1985 Cinebiografia de Priscilla é baseada em seu livro 'Elvis e Eu', lançado em 1985

A ex-esposa de Elvis Presley, Priscilla, disse que o lendário astro do rock foi o amor de sua vida, apesar de ela tê-lo abandonado. Ela falou sobre o assunto durante o Festival de Cinema de Veneza, no qual será exibido o filme Priscilla, que mostra sua vida ao lado do cantor.

Priscilla, dirigido por Sofia Coppola, é baseado em sua autobiografia de 1985, Elvis e Eu, que retrata sua vida de montanha-russa com uma das figuras mais famosas do século 20.

"Não é que eu não o amasse. Ele foi o amor da minha vida, mas foi o estilo de vida que foi muito difícil para mim", disse Priscilla aos repórteres em Veneza, antes da estreia mundial do filme, estrelado por Cailee Spaeny e Jacob Elordi.

Priscilla Beaulieu conheceu Elvis Presley em 1959, quando ela tinha apenas 14 anos e ele — com 24 anos — estava sentindo muita saudade de casa, pois estava servindo no Exército americano na Alemanha Ocidental.

Publicidade

"Elvis abriu seu coração para mim na Alemanha, seus medos e suas esperanças, a perda de sua mãe, que ele nunca superou", disse Priscilla. "As pessoas acham que foi por causa do sexo. Não foi nada disso. Eu nunca fiz sexo com ele [naqueles primeiros anos de relacionamento]. Ele era muito gentil, muito amoroso, mas respeitava o fato de eu ter apenas 14 anos de idade."

O filme oferece talvez o retrato mais sombrio do astro do rock nas telas, pois ele manipula Priscilla de forma implacável, abusando dela verbalmente e às vezes ameaçando-a antes de tentar fazer as pazes.

Publicidade

"É muito difícil se sentar e assistir a um filme sobre você, sobre sua vida e sobre seu amor", disse Priscilla, de 78 anos, ao fazer uma pausa enquanto lutava para superar a emoção. "Acho que Sophia fez um trabalho incrível. Ela fez sua lição de casa."

Coppola disse que se apoiou muito em Priscilla para montar o filme. "Tentei realmente fazer o filme do ponto de vista dela para que pudéssemos acompanhar sua jornada", declarou.

Priscilla é um dos 23 filmes que concorrem ao prêmio Leão de Ouro no Festival de Veneza, que vai até 9 de setembro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.