Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

César Tralli faz primeiro post após a morte da mãe: 'Gratidão eterna'

Edna Tralli, mãe do jornalista, morreu no último domingo (9) vítima de um acidente aéreo

Famosos e TV|Do R7

César Tralli faz primeira publicação após morte da mãe, Edna Tralli
César Tralli faz primeira publicação após morte da mãe, Edna Tralli César Tralli faz primeira publicação após morte da mãe, Edna Tralli

César Tralli fez a primeira publicação após a morte da mãe na tarde desta quarta-feira (12). Edna Tralli morreu no último domingo (9) vítima de um acidente aéreo. Ela estava ao lado do namorado, que pilovata um hidroavião sobre a represa de Avaré, interior de São Paulo.

O jornalista compartilhou uma foto ao lado de toda a família, da mãe, da esposa, Ticiane Pinheiro, da filha Manuela, da irmã caçula e da enteada Rafa Justus. Na legenda, ele compartilhou um pouco da história de vida de Edna.

"Minha mãe foi uma lição de vida desde o princípio da vida dela", começou Tralli. Ele contou que a mãe tinha mais oito irmãos e nasceu no interior paulista. O jornalista disse que Edna Tralli cortou cana em canaviais na infância e juventude e colheu algodão e amendoim. "Uma mulher que enfrentou enormes dificuldades, sem jamais perder a doçura, o entusiamo e a alegria de viver", disse.

"Sempre que eu me sentia triste ou abatido por algum motivo, eu pensava em minha mãe. Olha o que ela passou. Levanta a cabeça e vai à luta. A essa estrondosa resiliência, se somaram outros importantes aprendizados dela. Ética. Generosidade. Amor ao próximo. Otimismo. Compaixão. Fé inabalável", completou.

Publicidade

Tralli lamentou a morte abrupta da mãe, que segundo ele estava "jovem, feliz e apaixonada". O jornalista também disse que a morte do namorado dela, Euclides, é irreparável e que gostava muito dele, que trabalhou como piloto na aviação civil por mais de 30 anos.

"Queria tanto mamãe sonhando ainda mais alto ao lado do amor dela, mais perto também da minha caçula de 3 anos. Da irmã, de 13 anos. Mas hoje sinto que mamãe está perto da filha dela, Gabi. Minha irmã especial, amor infinito", disse o marido de Ticiane Pinheiro, referindo-se à irmã Gabriela, que sofria de uma síndrome rara que causava deficiência intelectual e morreu aos 40 anos, em 2018.

Publicidade

"Enfim. Se eu puder continuar honrando o legado da minha mãe, isso já me trará muito conforto. É o que eu verdadeiramente busco. Aproveite muito mãe seu reencontro com a Gabi. Faça o que ela tanto amava: dançar. Dancem felizes aí com os anjos. Que eu seguirei daqui aplaudindo vocês. Gratidão eterna. Amor eterno", completou Tralli.

Veja abaixo a publicação de César Tralli:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.