Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Charles Möeller, diretor de teatro, lamenta morte de Marília Pêra: "É como perder alguém da família"

Artista exalta profissionalismo e humor da atriz, ícone da TV e do teatro

Famosos e TV|Ana Paula de Freitas, do R7

Atriz interpretou cantora fracassada no musical Gloriosa
Atriz interpretou cantora fracassada no musical Gloriosa Atriz interpretou cantora fracassada no musical Gloriosa

A morte de Marília Pêra deixa a classe artítisca de luto neste sábado (5). Ícone da TV, a atriz se consagrou também nos palcos e brilhou em musicais, sendo que em um deles, Gloriosa, foi dirigida por Charles Möeller. No espetáculo, ela interpretava a cantora desafinada e sem talento Florence Foster.

Em conversa com o R7, o diretor relembrou a parceria com Marília, que ultrapassou a rotina nos palcos.

— É como perder alguém da família. Conheci a Marília há muito tempo, ainda era um garoto, e sempre a admirei bastante. Depois de trabalharmos em Gloriosa, viramos amigos de viajar juntos para Nova York para assistir espetáculos, de sair para jantar... Passei até Natal na casa da Marília. Sempre nos divertimos muito juntos, tínhamos um humor parecido. Era um afeto muito forte.

Bastante próximo à atriz, Möeller sabia que ela estava frágil nos últimos meses — lutava contra um câncer havia dois anos —, mas não tinha consciência da gravidade.

Publicidade

— Foi uma surpresa para mim. Estava sempre em contato com ela, com os filhos dela. Foi justa a maneira como ela se preservou neste momento e preferiu ficar com o amor da família.

Ao lembrar os anos de amizade com a artista, Charles Möeller exaltou o profissionalismo de Marília Pêra, sempre disposta a dar o seu máximo em qualquer trabalho.

Publicidade

— Me perguntavam sempre se a Marília era difícil, inacessível. Nunca tive nenhum problema com ela, sempre foi um exemplo de profissional. Tudo que eu pedia, ela fazia. Em Gloriosa, ela entregava o dobro do que eu pedia. A Marília também transitava muito bem entre o cômico e o drama. Em um minuto, você morria de rir com ela; no outro, já estava aos prantos. Ela dominava as duas máscaras do teatro, o trágico e o cômico. 

Para o diretor, a perda da atriz é irreparável para a arte.

Publicidade

— Fica uma lacuna, um buraco negro para onde vão todas as estrelas dessa geração. Não consigo imaginar outra pessoa em seu lugar. Não existirá outra Marília Pêra.

Confira também:

Relembre a trajetória da atriz Marília Pêra

Famosos lamentam a morte da atriz Marília Pêra

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.