Famosos e TV Claudia Raia se despede de Jô Soares: 'Ele salvou minha vida'

Claudia Raia se despede de Jô Soares: 'Ele salvou minha vida'

Atriz namorou o apresentador em 1983; ele morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Claudia Raia, que já namorou Jô Soares, homenageou o apresentador

  • A atriz disse que receber a notícia da morte dele foi um choque

  • 'Não haveria hoje uma Claudia Raia sem o Jô. Ele salvou minha vida', escreveu

  • Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5)

Claudia Raia homenageia Jô Soares

Claudia Raia homenageia Jô Soares

Reprodução/Instagram/@claudiaraia

A atriz Claudia Raia homenageou Jô Soares nesta sexta-feira (5). O apresentador morreu na madrugada de hoje, por volta das 2h20 da manhã, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. 

Claudia, que chegou a namorar Jô em 1983, disse que receber a notícia da morte dele foi um choque, já que "ele era uma das pessoas que ela pensava que viveriam para sempre": "Jô era uma dessas pessoas para mim. Meu pai, meu amor, meu amigo, meu conselheiro… Ele representava tanta coisa para mim! Seu jeito de encarar a vida, de olhar e reparar em quem estava diante dele sempre me inspirou", escreveu.

"Atenção genuína e o nosso tempo são das coisas mais preciosas que podemos dar a alguém. Jô era especialista nisso", completou a atriz.

Claudia também afirmou que Jô era inspirador, genial, talentoso e sempre disponível: "Uma pessoa que fazia questão de exaltar os outros, de incentivar, de dar a mão e levar pelo braço quem quer que fosse. Pode reparar em suas entrevistas: muitas vezes, ele segurava na mão do entrevistado para tranquilizá-lo".

A artista contou ainda que o apresentador foi um divisor de águas na vida dela e o reponsável por batizá-la artisticamente, já que antes de conhecê-lo ela usava o nome Maria Claudia Motta Raia e depois passou a usar apenas Claudia Raia.

"Não haveria hoje uma Claudia Raia sem o Jô. Seja porque ele me deu o nome artístico, me deu a primeira oportunidade na TV e porque salvou a minha vida, quando me pegou pela mão e me levou ao médico depois de ver uma pinta na minha perna. Lá descobri que era um melanoma. Ele salvou mesmo a minha vida."

Por fim, a atriz escreveu que se acalma em saber que sempre celebrou a vida do ex-namorado e disse quanto o amava e continua sendo importante para a trajetória dela: "Hoje, no lugar das gargalhadas que sempre demos juntos, sinto um vazio enorme. Mas o que perdurará não será a tristeza pela sua partida: será a saudade e as memórias tão preciosas que cultivamos. Seu legado será eterno, Jô. Já estou com saudade. Te amo para sempre".

Jô Soares, que morreu nesta sexta-feira (5), aos 84 anos, nasceu no Rio de Janeiro, no dia 16 de janeiro de 1938. Além de ter sido apresentador, Jô se destacou como ator, humorista e escritor. A primeira aparição na televisão foi na Record TV, em 1956, no elenco do programa Praça da Alegria. Jô também trabalhou nas emissoras Continental, TV Rio, Tupi, Excelsior, SBT e Globo.

Trajetória de Jô Soares tem entrevistas, programas de rádio, teatro e grandes encontros

Últimas