Famosos e TV Equipe de filme treinava tiro ao alvo com arma usada por Alec Baldwin

Equipe de filme treinava tiro ao alvo com arma usada por Alec Baldwin

De acordo com o site TMZ, policiais encontraram balas reais misturadas às de festim no set de gravações 

  • Famosos e TV | Do R7

Polícia quer saber quem é a pessoa que devolvia a arma ao set de filmagens

Polícia quer saber quem é a pessoa que devolvia a arma ao set de filmagens

Angela Weiss/AFP - 01.04.2019

O site americano TMZ noticiou, neste domingo (24), que nas horas vagas a equipe de Rust treinava tiro ao alvo com a arma usada por Alec Baldwin. De acordo com a publicação, quando o revólver era usado fora do set de gravações, ele recebia balas de verdade para a "recreação". Neste momento, a polícia que investiga o caso quer saber quais eram as pessoas que estavam praticando tiro e quem era o responsável que devolvia a arma ao set de filmagem. 

Uma fonte ouvida pelo site contou que quando os policiais chegaram ao local do acidente foram encontradas munições reais misturadas com as balas de festim. Isso poderia explicar a fatalidade que tirou a vida da diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o diretor Joel Souza.

Entenda o caso

Na quinta-feira (21), o ator americano Alec Baldwin, de 63 anos, matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, com uma arma cenográfica. A fatalidade aconteceu enquanto a equipe gravava uma cena no set de Rust, localizado no Novo México.

"O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin", informou o comunicado emitido pelo gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

Halyna Hutchins chegou a ser socorrida de helicóptero, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com o gabinete, ninguém foi preso no acidente e nenhuma acusação foi apresentada. Os detetives seguem ouvindo as testemunhas, e o acidente permanece sob investigação "aberta e ativa".

Últimas