Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sergio Hondjakoff nega dificuldades financeiras e diz que vender vídeos foi 'pensando no futuro' de filho

Só no primeiro dia de oferta foram mais de 200 contatos de fãs; se todos tiverem fechado pelo valor mínimo (R$ 300), ator teria faturado pelo menos R$ 60 mil em 24 horas

Famosos e TV|Gilvan Marques, do R7

Sergio Hondjakoff vende vídeos personalizados para fãs
Sergio Hondjakoff vende vídeos personalizados para fãs Sergio Hondjakoff vende vídeos personalizados para fãs

O ator Sergio Hondjakoff, também conhecido pelo seu personagem, o eterno Cabeção em Malhação, pegou muita gente de surpresa nesta semana ao oferecer a venda de vídeos personalizados aos fãs. O valor varia: a gravação de mensagens de 15 segundos custa R$ 300 e a de 30 segundos, R$ 500.

"Você quer um vídeo do Serginho Hondjakoff falando o seu nome ou mandando um alô para a sua galera? Entre em contato com o WhatsApp", anunciou ele no Instagram. (Assista ao vídeo abaixo)

Só no primeiro dia foram mais de 200 contatos de fãs — além do Brasil, pessoas do Japão, Austrália, Portugal, Estados Unidos, Reino Unido, Angola, Inglaterra e gbengChina. Se todos tiverem fechado pelo valor mínimo, que é R$ 300, isso daria um faturamento de pelo menos R$ 60 mil em 24 horas.

Ao R7, Hondjakoff justificou a iniciativa, acabando de vez com os boatos de que estaria passando por dificuldades financeiras.

Publicidade

"Decidi tomar a iniciativa para aumentar minha renda, gerar receita. Não passo por dificuldade, mas preciso pensar no futuro do meu filho e obter recursos para investir nele também", disse o ator à reportagem.

"Os valores variam, mas acabo me empolgando, pois me divirto muito fazendo também, e aí o tempo varia", acrescentou, entusiasmado.

Publicidade

Dependência química

Hondjakoff foi internado em junho do ano passado após ter gravado uma live em que aparecia visivelmente alterado por usar drogas. Na transmissão ao vivo, o eterno Cabeção pedia dinheiro para ir a São Paulo enquanto ameaçava o próprio pai de morte.

Depois disso, ele mesmo decidiu se internar em uma clínica de reabilitação, localizada em Itu, no interior de São Paulo. Serginho recebeu alta em abril e, na ocasião, estava acompanhado da mãe, Carmen Lucia, do terapeuta Sandro Barros e de Dino Boyer — que, além de empresário, é padrinho do filho do ator. Todos comemoraram.

Publicidade

"A minha recuperação tem evoluído. Estou sempre consumindo conteúdos referentes a psicanálise, neurociência e espiritualidade. Estudo e pretendo fazer um curso online para obter o certificado e me especializar em terapeuta de dependência química", contou ele ao R7.

Nas redes sociais, o ator também tem publicado fotos e vídeos ao lado do filho, o pequeno Benjamin, de 3 anos, fruto do relacionamento com Danielle Monteiro. Questionado se a presença do filho também tem contribuído para a recuperação, ele respondeu.

"Estar com o Benjamin é maravilhoso, pois ele me ensina muito sobre o amor puro e genuíno, conquistar uma gargalhada dele me preenche, admirá-lo e ter sua companhia serena meu coração. É muito fofo ouvi-lo me chamar: 'papai'. Me permito voltar a ser criança, e contemplá-lo é um refrigério para minha alma."

Ator tenta dar a volta por cima

Após os problemas que surgiram ao longo do tempo, Hondjakoff tenta dar a volta por cima: tem feito participações pontuais, shows em casamentos.

"Mas estou super a fim de obter uma oportunidade maior, mais regular e constante como ator. Tenho acompanhado a série Reis [da Record TV] e sou fã da obra. Projetos para o futuro são palestras que farei. [Mas] Espero fazer muito cinema e no futuro ter contrato com alguma emissora ou plataforma de streaming", concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.