Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Gloria Maria passou por momentos marcantes da TV brasileira; veja alguns

Famosos e TV|Do R7

Gloria Maria entrevista Michael Jackson nos anos 90
Gloria Maria entrevista Michael Jackson nos anos 90 Gloria Maria entrevista Michael Jackson nos anos 90

A jornalista e apresentadora Gloria Maria, que morreu na manhã desta quinta-feira (2), no Rio, supostamente aos 73 anos (ela nunca confirmou a idade), participou de inúmeros momentos marcantes da TV brasileira.

Ela foi a primeira repórter a entrar ao vivo no Jornal Nacional na transmissão da primeira matéria em cores do noticiário, em 1977, mostrando o movimento de saída de carros do Rio de Janeiro, em um fim de semana.

A estreia como repórter foi em 1971, na cobertura do desabamento do elevado Paulo de Frontin, no Rio de Janeiro. Aos poucos, Gloria começou a colecionar grandes feitos na tela: no Bom Dia Rio, fez a primeira reportagem do matinal local, há 40 anos, sobre a febre das corridas de rua.

Em janeiro de 1977, cobriu a posse do presidente americano Jimmy Carter em Washington. No Brasil, também entrevistou chefes de Estado, como o ex-presidente João Baptista Figueiredo.

Publicidade

"Foi quando ele fez aquele discurso dizendo 'eu prendo e arrebento'. Na hora, o filme acabou e não tínhamos conseguido gravar", contou Gloria. "Aí eu pedi: 'Presidente, é a TV Globo, o Jornal Nacional, será que o senhor poderia repetir? 'Problema seu, eu não vou repetir', disse Figueiredo. Onde ela chegava, o então presidente dizia para a segurança: 'Não deixa aquela neguinha chegar perto de mim'", relembrou ela, em depoimento à Globo.

Na emissora, tornou-se conhecida pelas matérias especiais e viagens a lugares exóticos, especialmente a partir de 1986, quando passou a integrar a equipe do Fantástico, programa do qual foi apresentadora entre 1998 e 2007. Gloria entrevistou celebridades como Michael Jackson, Harrison Ford, Nicole Kidman, Leonardo Di Caprio e Madonna.

Publicidade

Com a cantora, aliás, viveu um momento único: ciente da impaciência de Madonna (a cantora chegou a debochar de Marília Gabriela por causa de seu inglês) e também por contar com apenas quatro minutos para fazer a entrevista, ela, nervosa, disse:

"Olha, Madonna, eu tenho quatro minutos, vou errar no inglês, estou assustada, acho que já perdi os quatro minutos." Para sua surpresa, a cantora virou-se para a equipe técnica e disse: "Dê a ela o tempo que ela precisar".

Publicidade

Gloria Maria participou ainda de coberturas relevantes, como a guerra das Malvinas (1982), a invasão da embaixada brasileira no Peru por um grupo terrorista (1996), os Jogos Olímpicos de Atlanta (1996) e a Copa do Mundo na França (1998).

Depois que encerrou sua passagem pelo Fantástico, Gloria Maria ficou dois anos longe do ar para se dedicar a projetos pessoais, como as viagens à Índia e à Nigéria, onde trabalhou como voluntária. Nesse período, adotou as meninas Maria e Laura.

Em setembro de 2019, Sérgio Chapelin se aposentou, após 23 anos no Globo Repórter. A partir daquele mês, Glória Maria passou a dividir o programa com a jornalista Sandra Annenberg.

"Gloria marcou a sua carreira como uma das mais talentosas profissionais do jornalismo brasileiro, deixando um legado de realizações, exemplos e pioneirismos para a Globo e seus profissionais", disse o comunicado enviado pela Globo.

Ela estava internada, tratando um câncer. Gloria deixa duas filhas, Maria e Laura.

Veja imagens da vida e da carreira da Gloria Maria

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.