Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Música
Publicidade

Taika Waititi diz que Stranger Things "arruinou" música de Kate Bush

Diretor do filme "Thor: Amor e Trovão" é fã da artista, mas se mostrou "irritado" com o sucesso atual de "Running Up That Hill"

Vagalume

Vagalume|Do R7


Vagalume
Vagalume

Taika Waititi, diretor do novo filme da Marvel, "Thor: Amor e Trovão", tem uma opinião controversa sobre o atual sucesso de "Running Up That Hill (A Deal With God)", de Kate Bush.

O cineasta, que é fã da cantora, explicou que se sentiu "irritado" com o fato da artista ter se tornado popular nos dias atuais apenas por conta da série Stranger Things, responsável por fazer com que a canção oitentista chegasse ao topo das paradas musicais após tê-la usado em episódios da 4ª temporada.

Em uma entrevista ao site NME, Waititi foi questionado se seu filme, "Thor: Amor e Trovão", poderia fazer a mesma coisa com músicas do Guns N' Roses, que estão presentes na trilha sonora do longa, revelando que não gostou do feito da trama da Netflix com a canção de Bush.

“Você quer dizer como eles arruinaram Kate Bush? Eu amo essa série, mas como alguém que se sente uma verdadeira propriedade em relação à música de Kate Bush… fiquei muito irritado! Eu me tornei um daqueles velhos babacas que ficam tipo: 'Esses jovens nunca ouviram Kate Bush, eles ouviram uma música em um programa de TV! Eles não conhecem Kate Bush! Eu conheço Kate Bush!'", disse ele.

Publicidade

O cineasta também confirmou que tinha a ideia inicial de incluir músicas de Kate Bush em seu longa, algo que foi revelado pelo ator Christian Bale durante uma entrevista. “Antes de Stranger Things! Sim, havia um monte de músicas de Kate Bush que eu queria colocar nele. Teríamos ‘This Woman's Work', o que seria ótimo para [uma cena com] a personagem de Natalie Portman. Na verdade, haveria muito ABBA no filme também…”

Sobre ter colocado quatro canções do Guns N' Roses em seu longa, o diretor conta que também é grande fã da banda e que ainda queria mais. “Na verdade, queríamos cinco [músicas], mas poderia ter sido um exagero. Foi um verdadeiro triunfo, ter uma das minhas bandas favoritas de quando eu era criança, a banda que realmente marcou a trilha sonora da minha vida. Ainda aos 46 anos, geralmente por volta das 3h da manhã, quando estou na cama, assisto aos videoclipes do GNR. Eu não entro em um desses sites pornográficos, eu assisto ao Axl Rose no videoclipe de ‘Paradise City'!”

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.