Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Cachorro 'conversa'  com tutores por meio de botões sonoros

Vira-lata Bambino tem quatro anos e consegue fazer pedidos como comer, passear, carinho por um sistema de comunicação

RPet|Alex Gonçalves, do R7*

Bambino tem quatro anos
Bambino tem quatro anos Bambino tem quatro anos

Bambino é um cachorro vira-lata de quatro anos e tem feito sucesso na internet por conseguir se comunicar com os tutores por meio de botões sonoros.

Carlas Pires e o marido Matheus Garcia compartilham os pedidos do cachorrinho nas redes. Os vídeos, que ultrapassam 21 milhões de visualizações, mostram o cão fazendo pedidos como passeios, comida, carinho e brincar. Ele também aciona os botões Matheus, Carla, depois e agora.

Segundo a tutora, o sistema de comunicação foi desenvolvido por Cristina Hunger, uma fonoaudióloga americana, conhecida por usar métodos alternativos para ajudar crianças que apresentavam dificuldade de fala. “Ela também resolveu testar a técnica com a sua cachorra, Stella, e deu certo”, comenta Carla.

Há mais de um ano, Bambino treina com os tutores que personalizam os pedidos do pet. “Sempre achei meu cachorro muito esperto, comunicativo e focado. Achamos que poderia dar certo com ele também. Compramos os botões sonoros e começamos os treinos que deu muito certo”, recorda.

Publicidade

Assista:

Os botões são regraváveis e podem ser encontrados facilmente pela internet, avulsos ou em kits.

Publicidade

Adoção

Carlas Pires e o marido, Matheus Garcia, com os cães Rogerinho e Bambino
Carlas Pires e o marido, Matheus Garcia, com os cães Rogerinho e Bambino Carlas Pires e o marido, Matheus Garcia, com os cães Rogerinho e Bambino

Os tutores contam que o cachorro caramelo, que recebeu o nome de Bambino, apareceu ainda filhote no campus de Guarulhos, na Grande São Paulo, na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). “Alguém compartilhou uma foto no grupo da faculdade. Na época, Matheus já estava querendo adotar um cachorro e quando viu, logo se apaixonou e levou para casa”, recorda.

Carla se diz muito contente com o sucesso de seu pet na internet. “Pra gente esse sucesso é muito legal. Essa demonstração de inteligência de um cão vira-lata me traz a esperança que mais pessoas tenham interesse de adotar um animal sem raça definida.”

Publicidade

Além de Bambino, o casal adotou Rogerinho, de oito anos, outro 'viralatinha'. “Muita gente pergunta se vamos ensiná-lo, já tentamos, mas ele não tem interesse.” 

*Estagiário do R7 sob supervisão de Karla Dunder

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.