Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Cachorro mais velho do mundo morre aos 31 anos em Portugal

Bobi ganhou o título do 'Guinness' em fevereiro e superou em 18 anos a expectativa de vida de cachorros da raça mastim

RPet|Da EFE

Bobi foi reconhecido pelo 'Guinness' em fevereiro
Bobi foi reconhecido pelo 'Guinness' em fevereiro Bobi foi reconhecido pelo 'Guinness' em fevereiro

Bobi, um mastim do Alentejo que, segundo a organização Guinness, era o cão vivo mais velho do mundo, morreu neste fim de semana em sua casa, em Portugal, aos 31 anos e 165 dias. Em uma publicação no seu site, o Guinness confirmou nesta segunda-feira (23) a morte de Bobi, nascido em 11 de maio de 1992 em Conqueiros, no distrito de Leiria, no centro do país.

A entidade certificadora de recordes citou o anúncio feito pela veterinária americana Karen Becker, que cuidou de Bobi no passado. “Morreu no dia 21 de outubro na sua casa, na localidade portuguesa de Conqueiros, onde viveu toda a sua vida com a família Costa."

“Este doce menino ganhou asas”, escreveu Becker ontem à noite em seu perfil no Facebook, onde comentou que, “embora tenha superado todos os cães da história, seus 11.478 dias na Terra nunca serão suficientes para aqueles que o amaram”.

Outra entidade que se despediu de Bobi foi o Le Terrier Studio, centro fotográfico português do qual o mastim foi modelo.

Publicidade

"Descanse em paz, amigo! Obrigado por ter tido o privilégio de conhecer você, o cachorro mais velho do mundo. Que vida incrível você teve", escreveu no Instagram.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Bobi foi reconhecido no dia 2 de fevereiro com o recorde do Guinness de cão mais velho do mundo até hoje, título que lhe deu fama mundial e que motivou centenas de pessoas a visitá-lo nos últimos meses.

Sua raça, normalmente utilizada para proteger o gado de predadores e conhecida em Portugal como rafeiro do Alentejo, tem uma expectativa de vida de cerca de 13 anos, segundo a organização.

Sua idade pôde ser confirmada pois Bobi estava registrado desde 1992 no serviço veterinário do distrito de Leiria e no sistema nacional de controle português Siac.

Antes de Bobi, o recorde do cão mais velho vivo era de Spike, um chihuahua de 23 anos, enquanto o do cão mais velho até o momento era detido por Bluey (1910-1939), um pastor australiano que viveu até os 29 anos e 5 meses.

Veja também: Apaixonados por cães! Conheça os cachorros de que o rei Charles 3º e a rainha Camilla são tutores

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.