Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Dóceis, fofos e amigáveis: cães da raça shih-tzu são ideais para tutores de primeira viagem

'É um animal com um temperamento estável. Vai ser sempre um pet dócil', explica o especialista 

RPet|André Barbeiro*, do R7


Cão da raça shih-tzu
Cão da raça shih-tzu

Os cachorros shih-tzu estão entre os mais queridos para adoção no Brasil, segundo o último PetCenso, em 2020, e são conhecidos por sua relação amigável com os tutores e até com os outros pets. De porte pequeno e, por isso, considerados ideais para apartamentos, eles também conquistam os humanos com suas carinhas fofas, além de seus pelos compridos e macios.

O adestrador e comportamentalista animal Fernando Lopes até brinca com essas características do shih-tzu. "Costumo dizer que 'são o Roberto Carlos dos cães', porque querem ter um milhão de amigos", se diverte o especialista em entrevista ao RPet.

Segundo ele, os cachorros dessa raça têm um perfil mais tranquilo e, por isso, estão entre os favoritos para adoção. "É um animal com um temperamento estável. Tem uma tendência de ficar cada vez mais tranquilo, conforme passa a idade. Vai ser sempre dócil."

Fernando, porém, alerta para algumas condições do bicho. "São cães braquiocefálicos, ou seja, com o focinho curto e meio achatado, que não podem praticar muita atividade física. Então, é necessário tomar cuidado, principalmente em dias quentes. É importante também não fazer passeios muito longos, por conta da dificuldade de respiração que eles têm", ensina.

Publicidade

"O shih-tzu tem origem chinesa. São de meados dos anos de 1900. Alguns relatos indicam que é um cruzamento das raças pequinês e lhasa apso", detalha sobre as origens do animal de porte pequeno que ele chama de "cão de companhia".

Shih tzu em apartamento

Fernando conta que sempre que tutores de primeira viagem pedem indicação de qual cachorro adotar, ele indica o shih tzu pela docilidade e temperamento. "É um cão, por exemplo, ideal para apartamento, porque não late muito e se adapta muito bem."

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Além disso, o comportamentalista afirma que animais dessa raça não têm problemas em ficar sozinhos dentro de casa. "São cachorros que lidam bem com a solidão."

Pelagem e saúde

O adestrador ainda comenta sobre a pelagem desses pets. "São cães que os pelos crescem muito, então se o shih-tzu desse tutor não for para exposição, que precisa ter um pelo longo, é possível mantê-lo em uma tosa média, por exemplo", indica. 

Por fim, Fernando diz que, por ser um cachorro que se adapta muito fácil, inclusive a variados tipos de clima, o tutor não tem que investir tanto em cuidados médicos. "É um pet que adoece muito pouco, não tem muito gasto com veterinário."

Beijos, roupas, acessórios e mais: 7 coisas que os humanos fazem e os cachorros detestam

*Sob a supervisão de Thaís Sant'Anna

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.