Logo R7.com
Logo do PlayPlus
RPet
Publicidade

Por que o meu cachorro lambe tanto as patas? Saiba o que é a mania de lambedura

Ansiedade por estar sozinho ou estresse pode desencadear o problema; saiba as dicas para ajudar seu bichinho de estimação

RPet|Karla Dunder, do R7


Cães sofrem com a ausência dos tutores, ficam ansiosos e estressados
Cães sofrem com a ausência dos tutores, ficam ansiosos e estressados

Quando um animal de estimação lambe muito as patas, os responsáveis devem ficar em alerta: esse é um sinal de que o pet pode estar ansioso ou estressado. 

A principal manifestação da ansiedade em cães e gatos é a mania de lambedura, quando os animais se lambem sem parar. Segundo a veterinária Luciana Arioli, outros sinais também devem ser observados, como bagunça pela casa, quando o pet passa a destruir móveis ou urina e defeca fora dos locais apropriados e habituais.

Leia também

"Percebemos que houve um aumento de pets ansiosos após o período de isolamento social imposto pela pandemia", explica Luciana. "Muitos tutores adquiriram animais de estimação durante a pandemia para fazer companhia. As pessoas estavam em home office e as crianças, nas aulas online. A família toda ficava reunida em casa, com uma rotina muito próxima do pet. Com a retomada das atividades presenciais, os bichinhos estão mais sozinhos, sentindo a falta dos donos, e mais ansiosos."

Algumas raças de cães sentem mais do que outras: em geral, aquelas que precisam de mais estímulos e que são mais inteligentes, como o border collie. "Cães de raças muito ativas, que precisam de estímulo para gastar energia, exigem que o tutor dedique um tempo para brincar e passear ou que os coloque em uma creche. Hoje em dia é bastante comum para o animal socializar com outros cachorros e gastar bastante energia."

Publicidade

Muitos animais, de tanto lamberem as patas, podem gerar um tipo específico de dermatite. Alguns chegam a ferir a pele. Para o diagnóstico correto, os responsáveis devem consultar um médico-veterinário para realizar um exame clínico detalhado.

A fim de tratar o problema, os veterinários indicam pequenas mudanças no ambiente, como pôr mais brinquedos para que o animal se entretenha durante o dia, na ausência dos responsáveis; esconder petiscos para que o pet encontre; colocá-lo em uma creche; ou mesmo arrumar outro animal. "Em alguns casos, é preciso prescrever antidepressivos. Logicamente, a gente tenta não usar medicamentos fortes."

Publicidade
Gatos também podem apresentar a mania de lambedura
Gatos também podem apresentar a mania de lambedura

Os gatos também podem apresentar dermatite por lambedura. Muitos chegam a ficar quase pelados na barriga ou no dorso, de tanto se lamberem.

"Vale dizer que a mania de lambedura pode estar associada à ansiedade, mas é preciso consultar um veterinário para descartar a possibilidade de alergia."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.