Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Furacão “catastrófico” chega aos EUA; duas pessoas morreram

Flipar

Flipar|Do R7


Duas pessoas morreram nesta quarta-feira (30/08) em decorrência da passagem de um furacão no estado da Flórida, nos Estados Unidos. Entenda tudo no Flipar!
Duas pessoas morreram nesta quarta-feira (30/08) em decorrência da passagem de um furacão no estado da Flórida, nos Estados Unidos. Entenda tudo no Flipar!
Pela manhã, o governador da Flórida, Ron De Santis, anunciou a chegada do furacão Idalia, prevendo impactos potencialmente
Pela manhã, o governador da Flórida, Ron De Santis, anunciou a chegada do furacão Idalia, prevendo impactos potencialmente
O ciclone se desenvolveu no Golfo do México e chegou ao território da Flórida próximo a Keaton Beach, norte de Tampa, em uma área central conhecida como Big Bend.
O ciclone se desenvolveu no Golfo do México e chegou ao território da Flórida próximo a Keaton Beach, norte de Tampa, em uma área central conhecida como Big Bend.
O governador fez um apelo veemente à população, aconselhando-os a não se exporem nem desafiarem a força do furacão.
O governador fez um apelo veemente à população, aconselhando-os a não se exporem nem desafiarem a força do furacão.
Mais de 230 mil residentes da Flórida ficaram sem eletricidade devido aos ventos extremamente fortes, com velocidades superiores a 200 km/h.
Mais de 230 mil residentes da Flórida ficaram sem eletricidade devido aos ventos extremamente fortes, com velocidades superiores a 200 km/h.
Nas áreas costeiras, algumas residências já estão parcialmente inundadas, com água chegando próximo aos topos dos telhados, e várias estruturas entraram em colapso.
Nas áreas costeiras, algumas residências já estão parcialmente inundadas, com água chegando próximo aos topos dos telhados, e várias estruturas entraram em colapso.
O Idalia entrou nos Estados Unidos inicialmente como de categoria 4, numa escala de 5, mas perdeu intensidade e baixou à categoria 1 na tarde desta quarta-feira (30/08).
O Idalia entrou nos Estados Unidos inicialmente como de categoria 4, numa escala de 5, mas perdeu intensidade e baixou à categoria 1 na tarde desta quarta-feira (30/08).
No entanto, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), a potência dos ventos e o potencial para uma catástrofe continuam significativos.
No entanto, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), a potência dos ventos e o potencial para uma catástrofe continuam significativos.
Já existem relatos de casas e ruas inundadas, e milhares de residentes da região foram evacuados por precaução, incluindo moradores de Tampa, a maior cidade local.
Já existem relatos de casas e ruas inundadas, e milhares de residentes da região foram evacuados por precaução, incluindo moradores de Tampa, a maior cidade local.
O furacão atingiu a Flórida por volta das 07h45 no horário local (08h45 no horário do Brasil), surpreendendo os especialistas que indicava a chegada do fenômeno apenas durante a tarde.
O furacão atingiu a Flórida por volta das 07h45 no horário local (08h45 no horário do Brasil), surpreendendo os especialistas que indicava a chegada do fenômeno apenas durante a tarde.
Qualquer tempestade que alcance uma categoria superior à 3 é classificada como um grande furacão, de acordo com o NHC.
Qualquer tempestade que alcance uma categoria superior à 3 é classificada como um grande furacão, de acordo com o NHC.
Ron de Santis já havia orientado os moradores da região oeste do estado para que eles deixassem suas casas. Ao menos 14 milhões de pessoas estão sob estado de alerta.
Ron de Santis já havia orientado os moradores da região oeste do estado para que eles deixassem suas casas. Ao menos 14 milhões de pessoas estão sob estado de alerta.
Flipar
Flipar
O furacão já tinha atingido o oeste de Cuba na terça-feira (28/08), obrigando milhares de pessoas a evacuar suas casas.
O furacão já tinha atingido o oeste de Cuba na terça-feira (28/08), obrigando milhares de pessoas a evacuar suas casas.
A Defesa Civil cubana acionou a chamada “Fase de Alerta Ciclônico” nas províncias de Pinar del Río, Artemisa e Isla de la Juventud, todas localizadas no oeste do país.
A Defesa Civil cubana acionou a chamada “Fase de Alerta Ciclônico” nas províncias de Pinar del Río, Artemisa e Isla de la Juventud, todas localizadas no oeste do país.
Além disso, chuvas intermitentes impactaram a província vizinha de Mayabeque, enquanto Havana permaneceu em estado de alerta.
Além disso, chuvas intermitentes impactaram a província vizinha de Mayabeque, enquanto Havana permaneceu em estado de alerta.
Em resposta à situação, os serviços ferroviários suspenderam as operações de transporte partindo de Pinar del Río e o transporte marítimo de passageiros na Isla de la Juventud, conforme relatado pela mídia local.
Em resposta à situação, os serviços ferroviários suspenderam as operações de transporte partindo de Pinar del Río e o transporte marítimo de passageiros na Isla de la Juventud, conforme relatado pela mídia local.
O furacão Idalia se originou no domingo (27) na região do Caribe, nas proximidades do sudeste do México.
O furacão Idalia se originou no domingo (27) na região do Caribe, nas proximidades do sudeste do México.
Sua formação teve um impacto significativo nas condições climáticas do estado mexicano de Quintana Roo, onde encontra-se a famosa cidade de Cancún.
Sua formação teve um impacto significativo nas condições climáticas do estado mexicano de Quintana Roo, onde encontra-se a famosa cidade de Cancún.
As chuvas intensas resultantes da formação do fenômeno prejudicaram os planos dos turistas durante o último fim de semana das férias de verão no hemisfério norte.
As chuvas intensas resultantes da formação do fenômeno prejudicaram os planos dos turistas durante o último fim de semana das férias de verão no hemisfério norte.
Cidades como Miami e Orlando não estão na rota do furacão.
Cidades como Miami e Orlando não estão na rota do furacão.
Segundo especialistas, o furacão ganhou força ao se aproximar da Flórida por conta da alta temperatura das águas do oceano que, naquela região, estão chegando a 32°C. O calor se transforma em energia e então fortalece o ciclone.
Segundo especialistas, o furacão ganhou força ao se aproximar da Flórida por conta da alta temperatura das águas do oceano que, naquela região, estão chegando a 32°C. O calor se transforma em energia e então fortalece o ciclone.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.