Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Não é história! Pescador captura a raríssima lagosta azul

Flipar

Flipar|Do R7


Nesta semana, um pescador britânico capturou uma raríssima lagosta azul, durante uma sessão de pesca em Belfast, capital da Irlanda do Norte. Estudos apontam que a chance de fisgar um desses é de uma em duas milhões de tentativas.
Nesta semana, um pescador britânico capturou uma raríssima lagosta azul, durante uma sessão de pesca em Belfast, capital da Irlanda do Norte. Estudos apontam que a chance de fisgar um desses é de uma em duas milhões de tentativas.
O pescador se chama Stuart Brown e ele também é pesquisador na Belfast Lough, uma grande enseada nos arredores de Belfast. O homem registrou o momento na Internet, para comprovar a façanha, e devolveu a lagosta azul ao mar.
O pescador se chama Stuart Brown e ele também é pesquisador na Belfast Lough, uma grande enseada nos arredores de Belfast. O homem registrou o momento na Internet, para comprovar a façanha, e devolveu a lagosta azul ao mar.
Flipar
Flipar
Flipar
Flipar
Apesar de ser rara, esta não foi a primeira vez que um pescador capturou uma lagosta azul. Em 2021, na Escócia, outro país da Grã Bretanha, o pescador Ricky Greenhowe pescou uma lagosta azul em Aberdeen, cidade no litoral do país. Na ocasião, ele falou que iria tentar vender o animal para um aquário. Caso contrário, devolveria ao mar.
Apesar de ser rara, esta não foi a primeira vez que um pescador capturou uma lagosta azul. Em 2021, na Escócia, outro país da Grã Bretanha, o pescador Ricky Greenhowe pescou uma lagosta azul em Aberdeen, cidade no litoral do país. Na ocasião, ele falou que iria tentar vender o animal para um aquário. Caso contrário, devolveria ao mar.
A lagosta é um tipo de crustáceo, nome dado a um grupo de animais que têm, entre outras características, um par de antenas, uma
A lagosta é um tipo de crustáceo, nome dado a um grupo de animais que têm, entre outras características, um par de antenas, uma
A lagosta é um tipo de crustáceo, nome dado a um grupo de animais que têm, entre outras características, um par de antenas, uma
A lagosta é um tipo de crustáceo, nome dado a um grupo de animais que têm, entre outras características, um par de antenas, uma
O Brasil tem cinco espécies de lagostas, mas o mundo tem mais. As lagostas são consideradas um animal de alimentação de luxo por conta de seu gosto, mas também por ser difícil de pescar.
O Brasil tem cinco espécies de lagostas, mas o mundo tem mais. As lagostas são consideradas um animal de alimentação de luxo por conta de seu gosto, mas também por ser difícil de pescar.
A lagosta costuma ser vermelha, mas algumas sofrem uma rara mutação genética que as deixam azul.
A lagosta costuma ser vermelha, mas algumas sofrem uma rara mutação genética que as deixam azul.
No início deste mês de fevereiro, outro animal chamou atenção: um Esturjão do Atlântico, que apareceu morto na areia de uma praia no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. O peixe é raro, vive na América do Norte e já foi ameaçada de extinção.
No início deste mês de fevereiro, outro animal chamou atenção: um Esturjão do Atlântico, que apareceu morto na areia de uma praia no estado da Virgínia, nos Estados Unidos. O peixe é raro, vive na América do Norte e já foi ameaçada de extinção.
Ele chama a atenção por ter uma espécie de armadura em todo o corpo, além de uma boca dura e ossuda, que mais se parece com um bico das aves. Outa característica é a ausência de escamas, muito comum em peixes.
Ele chama a atenção por ter uma espécie de armadura em todo o corpo, além de uma boca dura e ossuda, que mais se parece com um bico das aves. Outa característica é a ausência de escamas, muito comum em peixes.
O Esturjão do Atlântico tem um visual
O Esturjão do Atlântico tem um visual
Flipar
Flipar
Este animal costuma viver pouco mais do que 50 anos e pode alcançar até 4,3 metros. O Esturjão do Atlântico que foi encontrado na praia tinha cerca de um metro, indicando que ainda não estava na fase adulta. Somando todos os tipos, são cerca de 20 espécies de esturjão.
Este animal costuma viver pouco mais do que 50 anos e pode alcançar até 4,3 metros. O Esturjão do Atlântico que foi encontrado na praia tinha cerca de um metro, indicando que ainda não estava na fase adulta. Somando todos os tipos, são cerca de 20 espécies de esturjão.
Agora, conheça outros animais exóticos. Comecemos pelo isópode gigante. A espécie, que parece uma barata gigante, também é um crustáceo e vive bem no fundo do mar. Pode ter 60 cm e seu nome científico é Bathynomus giganteus.
Agora, conheça outros animais exóticos. Comecemos pelo isópode gigante. A espécie, que parece uma barata gigante, também é um crustáceo e vive bem no fundo do mar. Pode ter 60 cm e seu nome científico é Bathynomus giganteus.
Outro crustáceo exótico é o Odontodactylus scyllarus, a
Outro crustáceo exótico é o Odontodactylus scyllarus, a
O ornitorrinco é um animal exótico, afinal, é o único mamífero que bota ovos. Ele é considerado mamífero por ter as principais características: presença de pêlos e glândulas mamárias. Além disso, o animal, que vive predominantemente na Austrália, consegue viver na água. Os mamíferos geralmente vivem na terra, como humanos e cachorros.
O ornitorrinco é um animal exótico, afinal, é o único mamífero que bota ovos. Ele é considerado mamífero por ter as principais características: presença de pêlos e glândulas mamárias. Além disso, o animal, que vive predominantemente na Austrália, consegue viver na água. Os mamíferos geralmente vivem na terra, como humanos e cachorros.
Falando novamente em águas, outro animal exótico que vive por lá é o budião azul. Ele é
Falando novamente em águas, outro animal exótico que vive por lá é o budião azul. Ele é
O tubarão-duende, nome popular do Mitsukurina owstoni,é um animal extremamente difícil de ser encontrado, por viver a cerca de 1200 metros de profundidade. Até hoje, foram registradas apenas 36 indivíduos desta espécie. A aparência é para lá de bizarra. Veja na foto.
O tubarão-duende, nome popular do Mitsukurina owstoni,é um animal extremamente difícil de ser encontrado, por viver a cerca de 1200 metros de profundidade. Até hoje, foram registradas apenas 36 indivíduos desta espécie. A aparência é para lá de bizarra. Veja na foto.
O peixe-morcego tem este nome por ser um peixe, mas ter formato que lembra um morcego. Outra coisa exótica é a sua boca vermelha, que parece maquiada com batom.
O peixe-morcego tem este nome por ser um peixe, mas ter formato que lembra um morcego. Outra coisa exótica é a sua boca vermelha, que parece maquiada com batom.
E você, o que achou destas história?
E você, o que achou destas história?

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.