Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Onda de violência provoca terror e mortes na Bahia

Flipar

Flipar|Do R7

Nesta segunda-feira (02/10), o Governo Federal apresentou um plano para combater organizações criminosas, em meio ao aumento da onda de violência na Bahia.
Nesta segunda-feira (02/10), o Governo Federal apresentou um plano para combater organizações criminosas, em meio ao aumento da onda de violência na Bahia. Nesta segunda-feira (02/10), o Governo Federal apresentou um plano para combater organizações criminosas, em meio ao aumento da onda de violência na Bahia.
Segundo o ministro da Justiça, Flávio Dino, o Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (Enfoc), como será chamado, foi desenvolvido nos últimos três meses.
Segundo o ministro da Justiça, Flávio Dino, o Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (Enfoc), como será chamado, foi desenvolvido nos últimos três meses. Segundo o ministro da Justiça, Flávio Dino, o Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (Enfoc), como será chamado, foi desenvolvido nos últimos três meses.
Durante todo o mês de setembro, pelo menos 68 pessoas morreram em confrontos com as forças policiais.
Durante todo o mês de setembro, pelo menos 68 pessoas morreram em confrontos com as forças policiais. Durante todo o mês de setembro, pelo menos 68 pessoas morreram em confrontos com as forças policiais.
Na noite deste domingo (01/10), um homem morreu e outros três ficaram feridos após um ataque a tiros em uma praça no centro de Santo Antônio de Jesus.
Na noite deste domingo (01/10), um homem morreu e outros três ficaram feridos após um ataque a tiros em uma praça no centro de Santo Antônio de Jesus. Na noite deste domingo (01/10), um homem morreu e outros três ficaram feridos após um ataque a tiros em uma praça no centro de Santo Antônio de Jesus.
Na última sexta-feira (29/09), quatro homens perderam a vida em um confronto direto com a polícia.
Na última sexta-feira (29/09), quatro homens perderam a vida em um confronto direto com a polícia. Na última sexta-feira (29/09), quatro homens perderam a vida em um confronto direto com a polícia.
Os agentes da Polícia Militar receberam denúncias sobre homens armados que estavam vendendo drogas na área chamada Rua da Prainha.
Os agentes da Polícia Militar receberam denúncias sobre homens armados que estavam vendendo drogas na área chamada Rua da Prainha. Os agentes da Polícia Militar receberam denúncias sobre homens armados que estavam vendendo drogas na área chamada Rua da Prainha.
Quando os policiais chegaram lá, encontraram um grupo de criminosos, que começaram a disparar contra os agentes.
Quando os policiais chegaram lá, encontraram um grupo de criminosos, que começaram a disparar contra os agentes. Quando os policiais chegaram lá, encontraram um grupo de criminosos, que começaram a disparar contra os agentes.
A PM informou que houve confronto e os quatro homens baleados levados ao Hospital Nossa Senhora Natividade, mas não sobreviveram aos ferimentos.
A PM informou que houve confronto e os quatro homens baleados levados ao Hospital Nossa Senhora Natividade, mas não sobreviveram aos ferimentos. A PM informou que houve confronto e os quatro homens baleados levados ao Hospital Nossa Senhora Natividade, mas não sobreviveram aos ferimentos.
Também foram apreendidos 262 pinos de cocaína, dezenas de armas de fogo, 196 porções de maconha, 38 pedras de crack, sete aparelhos celulares, além de roupas camufladas e R$ 4.063,20 em dinheiro.
Também foram apreendidos 262 pinos de cocaína, dezenas de armas de fogo, 196 porções de maconha, 38 pedras de crack, sete aparelhos celulares, além de roupas camufladas e R$ 4.063,20 em dinheiro. Também foram apreendidos 262 pinos de cocaína, dezenas de armas de fogo, 196 porções de maconha, 38 pedras de crack, sete aparelhos celulares, além de roupas camufladas e R$ 4.063,20 em dinheiro.
Todo o material apreendido durante a ação foi levado para a delegacia de Santo Amaro.
Todo o material apreendido durante a ação foi levado para a delegacia de Santo Amaro. Todo o material apreendido durante a ação foi levado para a delegacia de Santo Amaro.
A maior parte dos ataques ocorrem na região de Santo Amaro, no recôncavo baiano.
A maior parte dos ataques ocorrem na região de Santo Amaro, no recôncavo baiano. A maior parte dos ataques ocorrem na região de Santo Amaro, no recôncavo baiano.
Ao falar sobre o programa, Flávio Dino declarou que um dos principais objetivos é desmontar as maneiras pelas quais as gangues obtêm dinheiro.
Ao falar sobre o programa, Flávio Dino declarou que um dos principais objetivos é desmontar as maneiras pelas quais as gangues obtêm dinheiro. Ao falar sobre o programa, Flávio Dino declarou que um dos principais objetivos é desmontar as maneiras pelas quais as gangues obtêm dinheiro.
Além disso, de acordo com o ministro, o ENFOC também deve investir em operações de investigação e inteligência.
Além disso, de acordo com o ministro, o ENFOC também deve investir em operações de investigação e inteligência. Além disso, de acordo com o ministro, o ENFOC também deve investir em operações de investigação e inteligência.
Marcelo Werner, o secretário de Segurança Pública da Bahia, destacou que o conflito entre facções é a principal razão para a violência no estado.
Marcelo Werner, o secretário de Segurança Pública da Bahia, destacou que o conflito entre facções é a principal razão para a violência no estado. Marcelo Werner, o secretário de Segurança Pública da Bahia, destacou que o conflito entre facções é a principal razão para a violência no estado.
No mês de agosto, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia firmou um acordo com a Polícia Federal com o propósito de endurecer o combate aos criminosos. Esse acordo tem uma validade inicial de dois anos, podendo ser estendido por mais tempo.
No mês de agosto, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia firmou um acordo com a Polícia Federal com o propósito de endurecer o combate aos criminosos. Esse acordo tem uma validade inicial de dois anos, podendo ser estendido por mais tempo. No mês de agosto, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia firmou um acordo com a Polícia Federal com o propósito de endurecer o combate aos criminosos. Esse acordo tem uma validade inicial de dois anos, podendo ser estendido por mais tempo.
Para fortalecer as operações contra o crime organizado, foram enviadas viaturas blindadas da Polícia Federal para o estado.
Para fortalecer as operações contra o crime organizado, foram enviadas viaturas blindadas da Polícia Federal para o estado. Para fortalecer as operações contra o crime organizado, foram enviadas viaturas blindadas da Polícia Federal para o estado.
No início de setembro, mais de 15 moradores dos bairros de Alto das Pombas e Calabar foram feitos reféns por criminosos da região.
No início de setembro, mais de 15 moradores dos bairros de Alto das Pombas e Calabar foram feitos reféns por criminosos da região. No início de setembro, mais de 15 moradores dos bairros de Alto das Pombas e Calabar foram feitos reféns por criminosos da região.
Também em setembro, dois policiais militares foram mortos após confrontos no bairro do IAPI, em Salvador.
Também em setembro, dois policiais militares foram mortos após confrontos no bairro do IAPI, em Salvador. Também em setembro, dois policiais militares foram mortos após confrontos no bairro do IAPI, em Salvador.
Segundo especialistas em segurança, a política de guerra às drogas está no centro da onda de violência na Bahia.
Segundo especialistas em segurança, a política de guerra às drogas está no centro da onda de violência na Bahia. Segundo especialistas em segurança, a política de guerra às drogas está no centro da onda de violência na Bahia.
Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que, só em 2022, foram mais de 1.400 mortes em decorrência das operações policias na Bahia.
Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que, só em 2022, foram mais de 1.400 mortes em decorrência das operações policias na Bahia. Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostram que, só em 2022, foram mais de 1.400 mortes em decorrência das operações policias na Bahia.
Devido à alta taxa de mortes, a Anistia Internacional Brasil emitiu uma declaração na quarta-feira (27/09), na qual criticou o governo estadual pelas vidas perdidas em confrontos com as forças de segurança.
Devido à alta taxa de mortes, a Anistia Internacional Brasil emitiu uma declaração na quarta-feira (27/09), na qual criticou o governo estadual pelas vidas perdidas em confrontos com as forças de segurança. Devido à alta taxa de mortes, a Anistia Internacional Brasil emitiu uma declaração na quarta-feira (27/09), na qual criticou o governo estadual pelas vidas perdidas em confrontos com as forças de segurança.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.