Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Makes & Afins
Publicidade

Ativos puros de skincare: entenda como e quando os usar

Conheça ácidos e vitaminas e saiba para o que cada um deles serve

Makes e Afins|Mariana MorelloOpens in new window

Também leve em consideração o formato do ativo (Divulgação/Etat Pur)

O mercado de beleza tem uma infinidade de produtos de skincare para tratar as mais diversas questões. Então, como saber qual é o ideal para cada demanda? Uma escolha possível são os cosméticos com ativos puros. Eles são produtos cuja base – seja ela de vitaminas ou ácidos – é hiper concentrada, atuando de forma profunda no centro das células. Servem, principalmente, para tratar de maneira mais potente sinais de envelhecimento, acnes, imperfeições, perda de brilho, desidratação e outros incômodos.

Mas, só a porcentagem de concentração de um produto é suficiente para sua eficácia? O dermatologista Matheus Kasai explica que, além da concentração, é preciso levar em conta o veículo no qual o ingrediente se apresenta (sérum, creme, tônico, etc).

“A pele tem um limite de absorção, e um creme tem um peso maior. Então às vezes um sérum, que é um veículo mais fino, por exemplo, vai ser mais e melhor absorvido pela pele, entregando — na teoria — mais eficácia quando falamos desses ativos”, conta.

Abaixo veja qual ativo é o mais indicado para cada queixa:

Publicidade

1. Espinhas e imperfeições

Questão dermatológica que afeta não somente a pele, mas a autoestima de milhares de pessoas, a acne pode ser tratada com o auxílio de ácidos, como o salicílico, por exemplo. Sua ação queratolítica facilita a descamação e ajuda a eliminar as células mortas acumuladas na superfície da pele, evitando a aglomeração de sebo nos poros que causam as inflamações cutâneas ou espinhas.

Este ativo também influencia na aparência das marcas pós-acne, reduzindo visivelmente as imperfeições da pele e melhorando sua textura.

Publicidade

Dica: concentre a aplicação nas zonas com acne, cravos e espinhas.

Onde encontrar: Ácido Salicílico 2% (Etat Pur); Solução Ácido Salicílico 2% (Simple Organic)

Publicidade

Alerta: não misturar com outros ativos.

2. Hiperpigmentação

Com o passar dos anos, a exposição solar ou até mesmo questões genéticos, é comum o aparecimento de manchas e pigmentação amarelada ou avermelhada na pele. Com isso, o uso de produtos que contenham niacinamida — em especial, seus ativos concentrados — são bastante recomendados, já que o ativo é um potente corretor biológico da pele, pois sua ação sobre a transferência dos melanossomas reduz a pigmentação facial, melhorando sua uniformidade de forma duradoura.

Onde encontrar: Niacinamida Concentrada Facial (Kind Beauty and Care); Solução Niacinamida (Simple Organic); Niacinamida 5% (Etat Pur)

Alerta: não misturar com outros ativos.

3. Perda de brilho

Devido ao acúmulo de células mortas e a queda nos níveis de água nas camadas mais profundas da pele, há uma diminuição natural de seu tecido, tornando-a assim, opaca e sem viscosidade. Para seu tratamento, além da ingestão de líquidos e limpeza constante, é fundamental apostar no Ácido Glicólico, uma vez que sua ação tem foco na estimulação celular e eliminação de células mortas, resultando em uma aparência mais lisa e luminosa, semelhante ao conhecido efeito peeling.

Onde encontrar: Ácido glicólico 10% (Etat pur); Solução Ácido Glicólico (Simple Organic)

Alerta: não misturar com outros ativos.

4. Desidratação e exposição a radicais livres

A rotina agitada do dia-a-dia, principalmente em centros urbanos repletos de poluição, radicais livres e exposição constante aos raios UV, além de causar estresse, também traz malefícios à saúde da pele. Os sinais podem até aparecer de forma sutil no início, mas a longo prazo tornam-se mais graves, com ressecamento, olheiras e até manchas.

Por isso, o uso da vitamina E torna-se imprescindível, por se tratar de um antioxidante poderoso que não somente limpa tais impurezas, como reforça as defesas naturais da pele contra o estresse e as agressões ambientais.

Onde encontrar: Vitamina E 3,9% (Etat Pur)

Alerta: não misturar com outros ativos.

5. Sinais de envelhecimento

Sinais como rugas e linhas de expressão, além da flacidez, podem e devem ser tratados com a recomendação de um dermatologista especializado e com o uso de produtos personalizados. Um ativo em especial vem sendo muito debatido e recomendado por profissionais nos últimos anos: o retinol.

Entre os benefícios de seu uso, estão a renovação celular e aumento na produção de fibras de colágeno e elastina, o que melhora a elasticidade e firmeza facial. O ácido não se restringe apenas às peles mais maduras, já que também possui ação anti-aging, protegendo e desacelerando os sinais de envelhecimento em peles mais jovens.

Onde encontrar: Solução Retinol-like (Simple Organic); Retinol 0,3% (Etat Pur)

Alerta: não misturar com outros ativos.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.