Carnaval 2013

4/2/2013 às 17h38 (Atualizado em 4/2/2013 às 17h54)

Foliões vão receber 5 milhões de preservativos durante o Carnaval em Minas

Campanha intitulada “Nesse Carnaval, se prepare que eu vou usar!" alerta sobre risco da Aids

Do R7, com Agência Minas

Cidades que recebem mais visitantes terão reforço da campanha SES/Divulgação

O Carnaval é também momento em que as pessoas ficam mais vulneráveis às doenças sexualmente transmissíveis, entre elas a AIDS. Para alertar sobre este risco, cinco milhões de preservativos serão distribuídos em todo o Estado de Minas Gerais pela Secretaria de Saúde.

A campanha de conscientização contra a doença, intitulada “Nesse Carnaval, se prepare que eu vou usar!”, conta com postais, abadás e adesivos, outdoor, mídia digital em vários portais eletrônicos e mídia nas rodoviárias e metrôs, além  de uma marchinha de carnaval. Serão distribuídos ainda 1,5 milhão de folders e 1 milhão de adesivos alusivos.     

As cidades mais movimentadas receberão reforço da campanha: Ouro Preto, Mariana, Diamantina, Pompéu, São João del-Rei, Tiradentes,Capitólio, Escarpas do Lago, Januária, Prados, São Sebastião do Paraíso, Abaeté. “Na empolgação da comemoração, as pessoas têm o costume de se excederem, principalmente no uso abusivo do álcool,  tornando-se bem mais vulneráveis às doenças sexualmente transmissíveis e à AIDS”, diz a coordenadora do Programa Estadual de DSTs e AIDS, Fernanda Junqueira.  

Dados epidemiológicos

Dos 34 mil casos registrados no Estado desde 1983, 22.957 (67,52 %) são casos notificados em homens e 11.042 (32,48 %) casos em mulheres. A maioria dos casos de AIDS está concentrada na faixa etária de 20 a 34. São 15.115 casos notificados nessa faixa etária, o que significa 44,5 % dos casos. Na faixa etária que vai de 35 a 49 anos são 13.231 casos, outros 39 % dos casos notificados. De < 01 a 09 anos somam 675 casos (2 %) e entre 10 e 19 anos outros 558 casos (1,90 %).  Na população acima de 50 anos são hoje um pouco mais de 4.200 mil casos notificados (12,60%).      

Do total de notificações, na transmissão vertical – via perinatal, contabiliza-se 624 casos de AIDS em crianças. De 2010 a janeiro de 2013, a Secretaria de Estado de Saúde possui registro de  50 crianças com AIDS. No que se refere à categoria de exposição, os casos ainda estão concentrados nos heterossexuais, que contabilizam 17.420 casos notificados (51,23 %).      

Entre os homossexuais as notificações somam 5.286 (15,55%); e entre os bissexuais são 2.777 casos (8,17%). Os hemofílicos, os ignorados, os usuários de drogas injetáveis, bem como as pessoas  que se submetem a transfusão de sangue e acidentes com material biológico somam 8.517 casos de AIDS (25,05%).  

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
  • Últimas de Minas Gerais

  • Últimas de Carnaval 2013

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!