Entretenimento Assassinos do rapper XXXTentation são condenados à prisão perpétua nos EUA

Assassinos do rapper XXXTentation são condenados à prisão perpétua nos EUA

Dedrick Williams, Trayvon Newsone e Michael Boatwright compareceram no tribunal para conhecer suas sentenças

AFP
Resumindo a Notícia
  • Três homens foram condenados pela morte do rapper XXXTentation, em 2018.

  • Eles receberam a sentença de prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

  • XXXTentation tinha 20 anos quando foi assassinado, em plena luz do dia, em Miami (EUA).

Três homens foram condenados por assassinar o rapper XXXTentation (foto), em 2018

Três homens foram condenados por assassinar o rapper XXXTentation (foto), em 2018

Divulgação

Os três homens condenados pelo assassinato do rapper XXXTentation, em 2018, na Flórida (EUA), passarão o restante da vida em uma prisão americana, após terem sido condenados, nesta quinta-feira (6), à prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional. A sentença foi proferida por um tribunal de Fort Lauderdale, no sudeste do estado.

A estrela ascendente do rap, cujo nome real era Jahseh Onfroy, tinha 20 anos quando foi assassinada a tiros, em plena luz do dia, em Deerfield Beach, no norte de Miami.

Dedrick Williams, de 26 anos, Trayvon Newsone, 24, e Michael Boatwright, 28, compareceram no tribunal para conhecer suas sentenças, 16 dias depois que um júri os condenou por homicídio em primeiro grau, ou seja, com premeditação.

O juiz Michael A. Usan leu a sentença e lembrou o que significava: que nunca sairão com vida da prisão. Os três condenados escutaram em silêncio, sem esboçar nenhuma reação. 

Em 18 de junho de 2018, um veículo 4x4 fechou a passagem do carro de XXXTentation, e dois de seus ocupantes dispararam contra o rapper para roubar uma bolsa com US$ 50 mil dólares (R$ 187.500, na cotação da época) em dinheiro vivo e então fugir.

Segundo a acusação, Boatwright e Newsome saíram armados do carro, e foi o primeiro que matou o cantor. Williams, por sua vez, foi acusado de ser o condutor do veículo e o autor intelectual do assalto.

Um quarto suspeito, Robert Allen, de 26 anos, testemunhou contra os outros três acusados, meses depois de se declarar culpado do assassinato em segundo grau, sem premeditação, e roubo à mão armada.

Últimas