Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Supercampeã, Portela "abre as portas" de Madureira e homenageia berço do samba na Sapucaí

Carnaval 2013|Evelyn Moraes, do R7, no Rio


Portela volta à origem de Madureira e mostra canavial que existia no bairro há 400 anos
Portela volta à origem de Madureira e mostra canavial que existia no bairro há 400 anos

Última escola a desfilar neste domingo (10), a Portela, maior campeã do Carnaval com 21 títulos, vai falar sobre um assunto que domina: o bairro de Madureira. A azul e branco da zona norte do Rio promete entrar na Marquês de Sapucaí para brigar pelo título de campeã com um dos sambas mais elogiados deste ano. Com o orgulho típico de suburbano, os 4.000 componentes vão fechar a noite cantando “Abre a roda, chegou Madureira, a poeira já vai levantar”.

Apesar de a agremiação ter arrancado gritos e aplausos logo na entrada da Sapucaí, ao passar pelo setor 1, no ano passado, com um desfile que homenageou a Bahia, o vice-presidente Nilo Júnior assumiu que faltaram cuidados e detalhes nos acabamentos dos carros alegóricos. Segundo ele, a diretoria não está medindo esforços e nem economizando para surpreender neste Carnaval.

— A gente sempre aprende com os erros que cometemos. A escola desfilou de maneira satisfatória no ano passado, mas acho que neste ano estamos com uma condição melhor. Os carros estão mais detalhados e mais rebuscados do que os do ano passado. Vamos desfilar para disputar e não para passar.

E ninguém mais poderia apresentar o enredo Madureira...onde o meu coração se deixou levar do que Paulinho da Viola, uma das grandes figuras da escola, que será homenageado por seus 70 anos. A Portela vai lembrar o sucesso Foi um rio que passou em minha vida, que o artista compõs ao assistir a um desfile da agremiação na década de 70.

Publicidade

Quem será lembrada ainda no desfile é a coirmã Império Serrano. A agremiação da Série A, que também é de Madureira — nasceu no morro da Serrinha — terá um carro alegórico próprio, que trará personalidades da verde e branco como o compositor Arlindo Cruz e a rainha de bateria Quitéria Chagas.

À frente da bateria neste ano, como rainha, virá a moradora de Madureira Patrícia Nery. A azul e branco vai desfilar com sete alegorias, quatro tripés e 35 alas. A previsão é de que a escola entre na passarela do samba entre 2h25 e 3h50.

Publicidade

Conheça o samba-enredo da Portela:

E lá vou eu cantando com a minha viola

Publicidade

O amor tem seus mistérios

Por onde me deixo levar

Iaiá

Nossa história começa por lá

No engenho da fazenda

Dos cantos de “canaviá”

Bate o sino da capela

Que é dia de santo, sinhá

Tem mironga de jongueiro

O tambor me chamou pra dançar

Tempo rodou na roda do trem e veio

A inspiração do partideiro

Que versou no Mercadão

Foi nesse chão

Que a estrela brilhou no tablado

O “Madura” pisou no gramado

O malandro do “charme” dançou

No pagode com outro gingado

Quando o bloco chegou

Agitou o suingue do black

E a nega baiana girou

Cai na folia comigo, meu bem vem na fé

Na ilusão da fantasia

Vai como pode, quem quer

Surgiu a Coroa Imperial

Em outros caminhos para o mesmo ritual

Portela, meu orgulho suburbano

Traz os poetas soberanos nesse trem para cantar

Que Madureira é muito mais do que um lugar

É a Capital do Samba que me faz sonhar

Abre a roda, chegou Madureira

A poeira já vai levantar

O batuque ginga Ioiô

Ginga Iai

Leia também

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.