Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

União da Ilha comemora 100 anos de Vinicius de Moraes na Sapucaí

Tricolor revisita vida e obra do poetinha, que passou a infância na Ilha

Carnaval 2013|Carlyle Jr., do R7, no Rio


União da Ilha cantará os amores de cantor e compositor Vinicius de Moraes na passarela do samba
União da Ilha cantará os amores de cantor e compositor Vinicius de Moraes na passarela do samba

A União da Ilha do Governador comemora os cem anos de Vinicius de Moraes na Marquês de Sapucaí. Com o enredo Vinícius, no plural — paixão, poesia e Carnaval, a tricolor da zona norte revisita a vida e a obra do poeta, cantor e compositor, que passou parte da infância no bairro.

A viagem pela biografia do poetinha começa a bordo da barca da Cantareira. A embarcação de três andares, que, no passado, era o principal transporte para chegar à Ilha, é o destaque do carro abre-alas. O carnavalesco Alex Souza lembra que Vinicius de Moraes chegou a batizar um de seus poemas com o nome do bairro carioca.

— Foi um momento muito importante na vida dele, dos 9 aos 16 anos. Na Ilha, ele aprendeu a nadar, conheceu as primeiras namoradas e amigos. Pouca gente conhece essa relação tão apaixonante e bonita.

Garota de Ipanema em dose dupla

Publicidade

Após uma passagem pela Ilha, a nova barca da Cantareira leva Vinicius de Moraes para Ipanema. Lá, ao lado de Tom Jobim, ele descobre a Bossa Nova. Famosa nos versos da dupla, a Garota de Ipanema balança o seu corpo dourado na Sapucaí.

A ex-modelo Helô Pinheiro, cuja beleza inspirou a canção, é destaque em um dos sete carros da União da Ilha. Na juventude, a loira passava em frente ao Bar Veloso, onde Vinicius e Tom acompanhavam os seus passos, "num doce balanço a caminho do mar".

Publicidade

Nomes da MPB como Carlos Lyra, Toquinho, Quarteto em Cy, Francis Hime, Nana Caymmi e Edu Lobo também são destaques no desfile da União da Ilha. As músicas Lamento de Exu, Meu Pai Oxalá, A Arca de Noé, O Pato, Aquarela, Samba da Benção são lembradas nas 35 alas da escola.

A peça Orfeu da Conceição, que depois virou filme, será homenageada em um dos carros. Os atores Fabrício Boliveira e Lucy Ramos vão interpretar Orfeu e Eurídice no alto da alegoria. Publicado pelo poetinha em 1949, o livro Pátria Minha será carnavalizado para mostrar Vinicius no ofício de diplomata.

A União da Ilha também levará para a Avenida uma alegoria que mostrará a relação de Vinicius de Moraes com os orixás do candomblé. Na Bahia, o poetinha se rendeu à religiosidade de Mãe Menininha do Gantois.

Conheça o samba-enredo da União da Ilha

Surgiu, ao som do mar, um poeta

Que brincava na areia

Na Ilha um menino, sempre a sonhar

Fez da sua vida um poema

E viveu a declamar

"Como é bom se apaixonar"!

Ó pátria amada, recebe esse menestrel!

Voz do morro na folia, Orfeu chegou raiou o dia!

Levou a bossa no "Tom" d'alegria

Se é canto de Ossanha menina, então não vá!

Um berimbau vai ecoar...

Vem, meu camará!

"Menininha me chamou... vou pra Bahia

Sou da linha de Xangô... caô, meu guia

Odoyá... Yemanjá!

À benção meu pai Oxalá!"

Ê jangada... na luz da manhã já vai navegar

Segue pra Itapuã, no brilho do sol... é bom vadiar!

Um jeitinho que fascina

Num doce balanço que não tem igual

Quando abrir a Arca de Noé...

Um riso de criança em cada olhar

Enfim, o que importa é amar

A noite é sua passarela

O show não pode parar

Onde anda você... "Poetinha"?

Saudade mandou te buscar

A Ilha é paixão na Avenida

Mais que nunca é preciso cantar!

Leia também

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.