Marchinha “Baile do Pó Royal” vira hit na web com suposta sátira do caso Perrella

Helicóptero de deputado flagrado com cocaína parece inspirar música inscrita em concurso

Marchinha “Baile do Pó Royal” vira hit na web com suposta sátira do caso Perrella

Concurso chega à sua 3ª edição e vai selecionar 12 músicas para final

Concurso chega à sua 3ª edição e vai selecionar 12 músicas para final

Reprodução/Facebook
Helicóptero do deputado Gustavo Perrella foi apreendido com drogas

Helicóptero do deputado Gustavo Perrella foi apreendido com drogas

Assembleia Legislativa / Divulgação

Inscrita no concurso de marchinhas Mestre Jonas de 2014, a composição “Bloco do Pó Royal” ganhou destaque nas mídias sociais nos últimos dias. O vídeo da música ressalta logo no início que “qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência”, mas a composição dá a entender nas entrelinhas que se trata de uma sátira referente ao caso do helicóptero do deputado Gustavo Perrella (Solidariedade), flagrado com cerca de meia tonelada de cocaína no Espírito Santo.

A parte que chamou mais atenção dos internautas é o refrão da música, que diz “o pó rela no pé, o pé rela no pó”, parecendo brincar com as sílabas do nome do parlamentar envolvido no escândalo. A marchinha começa dizendo que “deixaram o pó Royal cair no chão” e a história prossegue dizendo que“o pó chegou voando no salão”, dando a entender que o verso se trata de uma sátira relativa aos entorpecentes transportados no helicóptero.

Leia mais notícias no R7 MG

Concurso e premiação

As inscrições para o concurso Mestre Jonas, que chegou à sua 3ª edição, terminam hoje (15). Serão escolhidas 12 composições para concorrer à grande final, que vai distribuir R$ 9.000 em dinheiro. Os candidatos devem preencher o formulário gratuito disponível na página do evento no Facebook para participar. A grande final acontece na quadra da escola de samba Cidade Jardim no dia 14 de fevereiro.

A seleção será feita por uma curadoria especial contratada pela comissão organizadora do concurso e formada por três profissionais com experiência na área. O resultado será divulgado nas mídias sociais dia 21 de janeiro. Já na final, pelo menos cinco pessoas farão parte do júri, que avaliará as marchinhas nos quesitos originalidade, letra e performance dos intérpretes.

A premiação será de R$ 5.000 para o primeiro lugar. Já o segundo colocado receberá R$ 3.000 e o terceiro, R$ 1.000. Todos eles levam para casa ainda o troféu Mestre Jonas.