Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

"O povo quer o retorno do Carnaval onde as ruas pertencem à população", diz governador da Bahia

Rui Costa divulgou o balanço do Carnaval 2015 nesta quarta-feira (18)

Carnaval 2015|Do R7

Governador disse que pretende ampliar a quantidade de equipamentos de detecção de metais no Carnaval de 2016
Governador disse que pretende ampliar a quantidade de equipamentos de detecção de metais no Carnaval de 2016 Governador disse que pretende ampliar a quantidade de equipamentos de detecção de metais no Carnaval de 2016

O governador da Bahia, Rui Costa, divulgou o balanço final do Carnaval durante coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (18), no Hotel Sheraton, na capital baiana. Rui destacou que no próximo ano as ações do Governo serão voltadas para o fortalecimento da folia sem cordas. 

— Esse Carnaval ficou marcado pelo retorno à tradição democrática, com mais trios independentes. Acho que tem uma mensagem muito clara, para todos que organizam e pensam a festa, que o povo quer o retorno daquele Carnaval onde as ruas pertencem à população.

Leia mais notícias no R7 BA

Quanto aos números da segurança pública, o governador disse que pretende ampliar a quantidade de equipamentos de detecção de metais no Carnaval de 2016. Para a segurança dos foliões, Rui afirmou que o Governo irá investir em novos rastreadores de metais, "para facilitar a abordagem e impedir o acesso no circuito de pessoas portando armas". 

Publicidade

— Este ano, operamos com 420 equipamentos manuais e nós vamos adquirir um número muito maior, tanto para servir ao longo do ano para a área de segurança, como para o Carnaval. 

Segurança 

Publicidade

O número de prisões em flagrante registrado pela Polícia Civil durante os seis dias da folia foi de 114, um aumento de 26,7% em comparação com a festa do ano passado, que teve 90 capturados. 

Nos quesitos conduzidos por uso de drogas e presos pela venda de entorpecentes, resultou em 1.031 encaminhados para os postos policiais, contra 434 levados para averiguação pelos mesmos tipos de crimes.

Publicidade

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, o registro de conduzidos para unidades policiais subiu de 1.222 em 2014 para 2.287 este ano. Foram mais de 23 mil policiais nos três circuitos, nos carnavais de bairro e do interior, com o suporte tecnológico do Centro Integrado de Comando e Controle Regional.

— Foi um Carnaval de muito aprendizado. Eu costumo a dizer que a Segurança Pública tem a contribuição de diversos fatores para sua redução ou aumento. Se compararmos com o Carnaval do ano passado, percebemos que, neste ano, houve um aumento considerável. E olhe que nós tivemos anos de redução sucessiva de público.

Segundo Barbosa, o aumento do número de foliões pode se traduzir no aumento do número de ocorrências. 

— A polícia estava preparada para agir e agiu. Considero o resultado positivo e acredito que os ingredientes que percebemos na festa deste ano vai servir para melhorarmos ainda mais em 2016.

As brigas nos circuitos tiveram registro inferior este ano. Foram computados três casos em 2015, contra quatro no ano anterior. Já lesões leves tiveram o acréscimo de 20 casos. Nesse Carnaval não houve registro de lesão corporal seguida de morte.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.