Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Aposta do pagode, Gabrielzinho chega à fase 2 do projeto de estreia "O Game"

O destaque é a faixa "Um Minuto é Tempo", em parceria com o grupo Akatu

Cartão de Visita|

O destaque é a faixa "Um Minuto é Tempo", em parceria com o grupo Akatu

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento (Cartão de Visita - Entretenimento)

Escute “O Game – Fase 2”: https://smb.lnk.to/OGameFase2

O “poeta do pagode”, como é conhecido Gabrielzinho, por suas composições de sucessos gravados por nomes como Belo, Péricles, Sorriso Maroto e Menos é Mais, apresenta o segundo EP do projeto “O Game”. Disponível em áudio desde a noite de ontem (21), a “Fase 2” soma mais quatro faixas inéditas e autorais ao trabalho. O destaque é a música “Um Minuto é Tempo”, com a participação do grupo Akatu, que vem ganhando destaque na cena do pagode. A canção já tem vídeo disponível nesta sexta (22).

"´Um Minuto é Tempo´ é uma música muito especial nesse projeto e que traz toda uma onda do pagode anos 90, com muito sentimento. Os meninos do Akatu deram um show na interpretação e essa parceria deu muita liga. Sou fã dos meninos e, ter eles junto comigo nesse game, é muito importante pra mim”, compartilha Gabrielzinho.

Publicidade

Ficamos muito felizes com o convite do Gabrielzinho, um artista que inclusive já gravamos músicas dele. Participar do primeiro DVD dele como cantor foi especial! Voa, moleque!”, compartilham os integrantes do Akatu.

Romântica, “Um Minuto é Tempo” é composta por Gabrielzinho e Zaki Santos e fala sobre um casal apaixonado que não quer perder tempo. Além desta, o EP2 d´ “O Game” traz as músicas “Sr. Instagram”, “Fora de Moda” e “Lady da Quebrada”. As faixas se juntam às já lançadas “Only”, em parceria com o grupo Di Propósito, “O Game”, com o Kamisa10, “Nova Vida”, “Minha Fã” e “Fulana”, com a participação da dupla consagrada no sertanejo Diego & Victor Hugo. O projeto já conta com mais de 16.5 milhões de execuções de áudio e vídeo, apenas na primeira fase.

Publicidade

Primeiro DVD do Gabrielzinho, “O Game” foi gravado em Uberlândia e contou com as participações de Diego e Victor Hugo, Di Propósito, Marvvila, Kamisa 10 e Akatu. Além de um time forte nas parcerias, o trabalho ainda conta com direção de vídeo de Alex A1, direção artística de Rafael Vanucci, produção musical de Boris e cenário de Lucas Pelegrini.

Sobre:

Publicidade

Nascido e criado na periferia de Porto Alegre, Gabrielzinho foi influenciado desde muito cedo na música, pelo avô, que era amante de samba e MPB. Já por influência do pai, conheceu a música internacional e os artistas pop. O início de tudo aconteceu na banda marcial do colégio. Apto e talentoso, começou a dar aulas de música ainda com 14 anos, ministrando também na APAE.

Já se apresentado em bares e festas de Porto Alegre, Gabrielzinho começa a rascunhar algumas composições. Em uma tentativa de se desafiar e mostrar seu trabalho, o artista decidiu colocar em seu Instagram três composições inéditas por semana até completar 100 novas músicas. Foi quando começou a chamar a atenção da mídia, artistas e produtores do pagode nacional.

Uma de suas composições, “Vai Me Dando Corda”, chegou ao grupo Menos É Mais e a faixa entrou no repertório do projeto “Churrasquinho do Menos É Mais (Ao Vivo)”, se tornando o vídeo mais visualizado da história do samba e pagode no YouTube, com mais de 45 milhões de views. A partir daí, passou a ser requisitado como autor por grandes artistas, como Belo, Péricles, Sorriso Maroto, Di Propósito, Mumuzinho, entre outros. Compositor de sucessos nas vozes desses nomes, Gabrielzinho ficou conhecido no mercado como o “poeta do pagode.”

Consolidade como compositor, ele decidiu buscar espaço como cantor. Depois de postar alguns vídeos no YouTube, o artista chamou a atenção de Alexandre Mello, empresário do Clube do Cowboy. Com o investimento que nunca teve, Gabrielzinho gravou seu DVD “O Game”, que contou com participações de peso. Os lançamentos do projeto acontecem em 2024, agora também com o apoio e chancela da gravadora Sony Music Brasil. Com talento nos vocais, além da composição, ele reúne os elementos para figurar como aposta do pagode em 2024.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.