Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Do presencial ao virtual, a expansão da mostra “Territórios”

Exposição de Marcia Gadioli realizada no MARP, em Ribeirão Preto, é transportada para o ambiente digital e, a partir do próximo domingo...

Cartão de Visita|

Exposição de Marcia Gadioli realizada no MARP, em Ribeirão Preto, é transportada para o ambiente digital e, a partir do próximo domingo, 17 de março, as 70 obras que compõem a mostra poderão ser visitadas a qualquer tempo, de qualquer lugar

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento (Cartão de Visita - Entretenimento)

Créditos: Rafael Cautella

Após permanecer aberta à visitação presencial no Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi (MARP), de 26 de janeiro a 2 de março, a exposição “Territórios”, de Marcia Gadioli, ganha o mundo por meio de tour virtual. A experiência, que é inédita na carreira da artista visual, amplia a escala de possibilidades de divulgação de seu trabalho, dentro e fora do Brasil.

“A ideia da mostra virtual é a de manter a exposição por mais tempo em ambiente digital, abrindo o acesso a quem não pode estar presencialmente nos ambientes físicos. Isso permite levar a exposição para mais longe e abranger um público maior, por muito mais tempo. É a melhor forma que encontramos para expandir territórios”, comemora a artista.

Continua após a publicidade

Todas as 70 obras que compõem a exposição estão disponíveis na visita virtual, que inclui 50 destaques guiados e três entrevistas de Marcia Gadioli a emissoras de televisão de Ribeirão Preto. O projeto tem validade de um ano e pode ser acessado pelo site de Marcia Gadioli, pelo da empresa 3D Brasil, responsável pela transposição da exposição para o ambiente virtual, e pelo site do MARP.

Utilizando a fotografia como principal meio de expressão, Marcia Gadioli realiza pesquisa artística centrada na investigação de como as paisagens urbanas podem afetar a memória das pessoas. Para isso, utiliza vídeos, fotografias analógicas e livros de artista, num processo de criação plural que privilegia a poética acima da técnica. “Na sociedade digital, as imagens são muitas vezes efêmeras e as mídias onde elas estão podem desaparecer de um momento para outro. Isso pode levar, no futuro, a uma civilização sem memória dos lugares onde se viveu”, analisa Marcia.

Continua após a publicidade

A exposição reúne a produção da artista catalogada nos últimos dez anos, que guarda uma trajetória de compromisso com a experimentação de técnicas e materiais. Em “Territórios”, por exemplo, há fotografias impressas ou produzidas artesanalmente por transferência sobre papéis transparentes ou sobre parafina. Para Gadioli, será interessante perceber a experiência do público que verá a mostra “Territórios” somente no ambiente virtual. “Meu trabalho possui características que talvez dificulte a aproximação quando vista virtualmente. Mas ter minha arte disponível e acessível a qualquer momento, em qualquer lugar, é incrível. Isso também faz parte da memória”, comenta. Por ser uma experiência nova, o projeto deixa a artista curiosa sobre os impactos que causará no público. “Quanto dura a memória de quem vai a uma exposição presencial e de quem a visita virtualmente?”, indaga Marcia Gadioli.

Desafios

Continua após a publicidade

Transportar uma exposição com tantas peças para o ambiente virtual foi o principal desafio do projeto, analisa Fernando Martinez, diretor da 3D Brasil, empresa que assina o projeto da galeria na internet. “Nossa pauta foi replicar a sensação de imersão e interação que os visitantes teriam numa exposição física, garantindo a esse público uma experiência envolvente, sem perder o foco na artista”, salienta Martinez.

Segundo o diretor da 3D Brasil, o mais empolgante do trabalho foi a capacidade de alcançar um público amplo e diversificado, permitindo que pessoas de todo o mundo possam apreciar e se inspirar na arte da Marcia Gadioli, independentemente de sua localização geográfica. “Uma oportunidade ímpar de explorar as características dessa artista, que são únicas e originais, de maneira inovadora”, completa Martinez.

Após a passagem pelo MARP, em Ribeirão Preto, a mostra “Territórios” terá lugar na Pinacoteca de São Bernardo, 16 de abril a 12 de julho de 2024; e no Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas, em setembro. Cada exposição terá um link diferente para a visita virtual. A itinerância da exposição é viabilizada pelo incentivo cultural recebido pela artista por meio do ProAc Artes Visuais 13/2023, de circulação de exposições.

Marcia Gadioli tem formação acadêmica pelo Centro Universitário Belas Artes, de São Paulo. Em parceria com o curador e crítico de arte, Marcelo Salles, criou e dirige a Casa Contemporânea, espaço cultural independente, na cidade de São Paulo, onde vive e trabalha. Ela também integra um grupo de estudos com orientação de Sylvia Wernek; participou da Residência Artística Internacional ACHO, com orientação de Fabiana Bruno e Óscar Guarín Martinéz; da Imersão de Verão em Poéticas Visuais, com Renato de Cara; e do Coletivo Forma, com orientação de Nancy Betts.

SERVIÇO

Exposição virtual “Territórios”, de Marcia Gadioli

Período: 17 de março/24 a 17 de março/25

Endereços para visitação do tour:

https://my.matterport.com/show/?m=mSVc9wu5QFF

https://www.marciagadioli.com/

https://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/portal/marp

https://www.brasil3d.com.br

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.