Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Gaby Amarantos lança o EP “TecnoShow” com versões para hits de Roxette, Bee Gees e Cyndi Lauper

Com oito faixas, o compilado traz duas canções originais compostas por Gaby e seis versões da estrela paraense para hits internacionais...

Cartão de Visita|Do R7


Com oito faixas, o compilado traz duas canções originais compostas por Gaby e seis versões da estrela paraense para hits internacionais

Gaby Amarantos disponibilizou nesta quinta-feira, nas principais plataformas digitais, as oito músicas do “TecnoShow”. O projeto celebra a cultura do tecnobrega no Brasil e atende aos diversos pedidos dos fãs da artista, que há muito tempo queriam as canções nas plataformas. O EP traz versões da multiartista para hits internacionais de Roxette, Bee Gees, Cyndi Lauper, Magic Box, Shannon e Juan Luis Guerra; e duas canções originais escritas pela técnica do The Voice Brasil. O EP foi produzido pelo paraense Félix Robatto e tem distribuição pela Deck.

Para definir as músicas do setlist do projeto, Gaby selecionou os hits marcantes do “TecnoShow” e as músicas mais pedidas. E todas as canções, que são versões, foram disponibilizadas nas plataformas com autorização dos autores das músicas originais. “Toca DJ”, “Príncipe Negro”, “Não Vou Te Deixar”, “Nova Chama”, “Amor Calado”, “Sentimentos”, “Reacender a Chama” e “Super Pop Som” são as músicas que integram o EP.

Além de celebrar a cultura da aparelhagem, com este projeto Gaby quer que as pessoas conheçam cada vez mais as emblemáticas festas que são realizadas em todo o estado do Pará. O “TecnoShow” também homenageia DJs, traz uma das primeiras composições da carreira de Gaby e festeja a obra de um dos ídolos da estrela paraense, o cantor Juan Luis Guerra. Outra curiosidade do projeto é que a banda Bee Gees, para autorizar o lançamento, exigiu que a versão de Gaby fosse bem fiel à música original. Abaixo, a cantora comenta faixa a faixa do projeto:

Publicidade

Toca DJ: é uma música com as características marcantes do tecnobrega, versão para “Give Me Tonight”, da cantora Shannon. “É uma canção energética e expressa bem a força do gênero, que faz com que o corpo mexa. Ninguém fica parado quando ela toca”, conta Gaby. A artista fala que a faixa é, também, uma homenagem aos DJs que controlam as pick-ups nas diversas festas e eventos ao redor do mundo. “É uma ode a esses profissionais. A gente quis fazer uma grande homenagem, não só para DJs de aparelhagem, mas do mundo inteiro porque essa figura é muito importante na minha carreira. Sempre tive muitas músicas divulgadas, mixadas e remixadas por eles. DJs sempre foram muito parceiros”.

Príncipe Negro: Música original de Gaby Amarantos, faz referência a uma das mais famosas aparelhagens de Belém. “É um tecnobrega que, além de homenagear uma aparelhagem muito conhecida no Pará que se chama Príncipe Negro, é também uma homenagem para todos os principes negros do Brasil. Para que todos eles se sintam maravilhosos, empoderados e gostosos. E também para todas as pessoas que amam e sonham com um príncipe negro”, conta Gaby.

Publicidade

Não Vou Te Deixar: É uma versão para o hit “I Don’t Want To Get Hurt”, de Roxette. “Ela fala de amor, em acreditar no amor. Estamos em um momento muito especial e tudo o que a gente puder falar de amor, falar de coisa boa, vai fazer bem para o nosso povo”.

Nova Chama: Faixa de autoria de Gaby Amarantos, é uma das primeiras composições da artista e muito conhecida entre o público que acompanha a carreira da cantora há 20 anos. “É uma música que fala de uma forma muito simples de como a gente pode deixar uma nova chama brilhar. E já falando de superação e amor próprio, quando o tema ainda não era tão debatido. Então, temos mais um hino de empoderamento e superação para todo mundo cantar”.

Amor Calado: Nesta faixa, versão da música “Palomita Blanca”, Gaby celebra a obra de um dos seus grandes ídolos da música latina, Juan Luis Guerra. “Fiquei muito feliz que essa música foi autorizada, a letra é bem diferente da original e fala de um amor calado. Aquele amor que a gente vive ao lado de quem se ama, mas não tem coragem de dizer. Acho que muita gente passa por essa situação e muitas pessoas vão se identificar, ainda mais com essa batidinha gostosa do tecnomelody. A galera com certeza vai pirar nessa música”.

Sentimentos: Ela foi criada a partir de Emotion do Bee Gees. Para conseguir autorização para que a canção fosse lançada no “TecnoShow”, a banda exigiu que a versão de Gaby Amarantos fosse bem fiel à música original. “Eles são um trio de muitos sucessos mundiais, interplanetários. Eles autorizaram, mas queriam que ‘Sentimentos’ fosse mais próxima da letra original que eles escreveram, foi a condição do Bee Gees para autorizar minha versão. Então, nós reescrevemos uma nova letra bem próxima da música original, a gente quase traduziu a canção deles para o português. Acho que vai trazer um novo sentimento, falando de amor, mas falando com a poesia deles, porque eles têm letras muito bonitas e poéticas. A galera vai se identificar muito com essa”.

Reacender a Chama: “Versão de True Colors, que a gente conhece muito na voz de Cyndi Lauper, mas que tanta gente já gravou. Essa música é um ícone e uma das canções românticas mais lindas do mundo. Fiquei muito feliz da gente ter essa versão aprovada em português, com essa letra e com essa versão, que é minha. Muita gente acredita que o amor não morre e volta mais forte salvando corações”.

Super Pop Som: “É uma música em homenagem à aparelhagem Super Pop, que também é um fenômeno no Pará. A original, “If You…”, do Magic Box, tocou muito nas baladas ali no começo dos anos 2000, é uma música muito conhecida. Acho que a galera vai curtir muito cantar em português e a gente faz uma ode à festa, em curtir esse som e falar um pouco dessa estética da aparelhagem através da música. E fazer com que as pessoas também conheçam mais sobre essas festas tão emblemáticas que acontecem em todo o estado do Pará”, conclui Gaby.

Ficha Técnica:

Intérprete: Gaby Amarantos

Composição: Gaby Amarantos

Produção: Félix Robatto

Gravação: Félix Robatto

Mixagem: Cido (MGDZ)

Masterização: Fábio Roberto

Distribuição: Deck

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.