Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Moacyr Luz e Pierre Aderne resgatam um Rio de Janeiro do imaginário da antiga boemia de Copacabana

Saudade é coisa rara. Chega devagarinho”. É com esse verso que os cariocas Moacyr Luz e Pierre Aderne, lançam hoje, dia 15 de maio,...

Cartão de Visita|

Saudade é coisa rara. Chega devagarinho”. É com esse verso que os cariocas Moacyr Luz e Pierre Aderne, lançam hoje, dia 15 de maio, o single “Prado Junior”, primeira faixa do álbum “Mapa dos Rios”, que será disponibilizado no final do mês de maio.

Ouça aqui: https://orcd.co/pradojunior

Gravada entre Lisboa e o Rio de Janeiro, assim como todas as músicas inéditas do álbum, a faixa tem letra de Pierre Aderne. O cantor conta as memórias de alguns dos lugares da cidade carioca e fala das saudades que sente da vida no Rio de Janeiro. “Tive oito diferentes endereços em Copacabana, entre os vinte e os 25 anos. Acordei um dia em Lisboa, lembrando de minha vida em Copa, das ruas e dos personagens que conheci no bairro”, conta Pierre. “O poema pousou no papel em poucos minutos, enviei para Moa, que num par de par de horas o vestiu com melodia”, completa.

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento

A música chega acompanhada de um clipe que se passa dentro de um táxi, que circula pelas ruas do Rio de Janeiro. Durante as cenas, Pierre e Moacyr regressam à cidade carioca do seu imaginário, décadas antes, reencontrando esquinas da memória, ruas por onde viveram, abraçando amigos de longa data e resgatando a alegria complexa do samba e da prosa dos botecos.

Sobre

Moacyr Luz é um dos maiores nomes do samba contemporâneo, criador do icônico Samba Do Trabalhador, parceiro de Aldir Blanc, gravado por grandes artistas da música brasileira como: Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Maria Bethânia, Martinho da vila, Fafá de Belém, além de ser o autor do samba enredo da mangueira de 2022, gravado recentemente em dueto com Chico Buarque.

Pierre Aderne é fundador da Rua Das Pretas, que vem há 12 anos ( em Lisboa ) promovendo a aproximação e fusão da música brasileira com a música portuguesa e da África lusófona. Fez duetos e compôs para artistas como: Seu Jorge, António Zambujo, Tito Paris, Jorge Palma, Sara Tavares, Cuca Roseta, Gisela João, Flavio Venturini, Wagner Tiso, Melody Gardot, Madeleine Peyroux, Mário Laginha, Gisela João entre tantos outros.

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento

FICHA TÉCNICA | PRADO JÚNIOR

Pierre Aderne & Moacyr Luz

Moacyr Luz | Violão e voz

Pierre Aderne | Voz

Nilson Dourado | Percussão

Júnior Oliveira | Tamborim

Walter Areia | Contrabaixo

Fred Martins | Violão

Allan Abbadia | Trombone

Gravado Estúdio Namouche - Lisboa

Mix e master |Carlos Fuchs

Preparação vocal | Ilana Volkov

Um lançamento Mestre Sala

Clipe

Filmado entre o Rio De Janeiro e Lisboa

Direção | Pierre Aderne

Câmeras | Manuel Águas, Marcão Oliveira, Francisco Nave

Edição | Claudia Silvestre e Pierre Aderne

Correção de cor | Francisco Nave

Agradecimentos

Dado Villalobos, Marcus Preto, Dean Freeman, Luis Filipe De Lima, Rua Das Pretas e Samba Do Trabalhador

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.