Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Zara Larsson e David Guetta lançam "On My Love"

Zara Larsson lançou hoje o novo single "On My Love" em colaboração com o artista e produtor recordista David Guetta

Cartão de Visita|Do R7

Cartão de Visita - Entretenimento
Cartão de Visita - Entretenimento Cartão de Visita - Entretenimento

"Pop colossal... uma verdadeira aula" -The Face

"Empolgante, cinematográfico" NME

"Um hino à força feminina... Zara Larsson é uma legítima estrela do pop" - CLASH

"Uma aventura emocionante... na dimensão entre o futurismo e a nostalgia" The Forty Five

Publicidade

“Repleto de sintetizadores brilhantes com influências dos anos 80... marcando o início de sua nova era..." DIY

Zara Larsson lançou hoje o novo single "On My Love" em colaboração com o artista e produtor recordista David Guetta. Esse é o mais recente lançamento da estrela pop escandinava após o sucesso do single "Can't Tame Her" e encerra um verão (no hemisfério Norte) em turnê ao redor do mundo de Larsson, que também está conciliando a nova música com notícias de sua estreia como atriz (no filme "A Part Of You", da Netflix, que será lançado em 2024).

Publicidade

A primeira colaboração de Zara Larsson e David Guetta foi em "This One's For You" - o single oficial da Eurocopa de 2016 - e agora eles fazem uma valiosa e criativa reunião com "On My Love": um sucesso contagiante para as pistas de Ibiza, com aquele toque da melancolia sueca. "On My Love" está sendo lançada com um vídeo deslumbrante que leva a euforia da música para outra direção inesperada, narrando o dia ensolarado e as madrugadas de Zara com a irmã Hanna. Larsson comenta ao apresentar "On My Love""'On My Love' fala sobre os relacionamentos que temos na vida que são tão importantes que daríamos tudo por eles. Pode ser uma relação platônica, algo com um membro da família, um romance, um amigo, não importa - todos nós precisamos de alguém que traga pura alegria, porque isso é viver".

"On My Love" segue o sucesso global de David Guetta "Baby Don’t Hurt Me" com as superestrelas Anne-Marie e Coi Leray, que conquistou discos de ouro em toda a Europa e também alcançou o top 20 no Reino Unido no início deste ano. Atualmente o nono artista mais reproduzido no Spotify no mundo todo, Guetta ganhou o prêmio de "Produtor do Ano" no BRITs e foi eleito o DJ número 1 pela DJ Mag pelo terceiro ano consecutivo antes do lançamento de "On My Love" hoje.

Publicidade

O ano de 2023 também tem definido os rumos de Zara Larsson - em parte, olhando para as suas origens. "Can't Tame Her" foi um hino feroz e voltado para as mulheres que passou mais de 16 semanas no Top 40 do Reino Unido, alcançou o 3º lugar no iTunes e o 1º lugar nas rádios de música dance dos Estados Unidos: uma jornada ainda mais especial por também ter sido o primeiro lançamento de Larsson em seu próprio selo, o Sommer House, após um acordo pioneiro com a Sony, que permitiu à jovem de apenas 25 anos assumir o controle de todo o seu catálogo de gravações. Neste verão (no hemisfério Norte), Zara também lançou "End of Time", uma visita cinematográfica ao seu eu mais jovem e um lembrete para seguirmos sempre esse impulso dentro de nós. A colaboração de David Guetta "On My Love" marca o retorno de Larsson às pistas de dança, mais uma vez, refletindo sobre os relacionamentos com nós mesmos e com aqueles que nos ajudam a moldar quem somos hoje: no caso de Zara Larsson, sem dúvida, como uma das figuras mais inovadoras e incessantemente positivas do pop moderno.

Sobre Zara Larsson:

"Uma das maiores e mais expressivas estrelas jovens do pop" (The Guardian), Zara Larsson provoca e faz a cultura pop avançar, com hinos inspirados e energizados capazes de alçar voo e seduzir ao mesmo tempo. A cada passo, ela continua silenciosamente fazendo história e quebrando recordes: seu álbum completo de 2017, So Good,  ganhou o disco de platina e se destaca como um dos lançamentos mais reproduzidos no Spotify de uma artista feminina. O crescente catálogo de Zara traz um sucesso atrás do outro, desde "Never Forget You", "Lush Life" e "Ain't My Fault" até a colaboração com Clean Bandit em "Symphony". Ao longo dessa jornada, ela recebeu prêmios e indicações, como os Grammys suecos, BRITS e EMAs da MTV, e teve até mesmo a honra de subir ao palco do Prêmio Nobel da Paz. O segundo álbum internacional de 2020, Poster Girl, apresentou sucessos como "Ruin My Life", "Wow" e fez com que Zara desse passos ainda maiores em direção ao topo do Pop. Lançado inteiramente durante o lockdown, o projeto ainda assim fez com que Zara ultrapassasse limites, se apresentando on-line no Roblox e hospedando um show ao vivo viral em parceria com Ikea no Dia Internacional da Mulher. Mais ou menos no ano passado, Zara Larsson voltou com tudo para o mundo real fazendo uma turnê esgotada pela Europa com o álbum Poster Girl e uma colaboração de sucesso com Alesso (‘Words’ foi nomeada pela Billboard como uma das melhores músicas dance de 2022) antes de retornar com o novo single, "Can’t Tame Her". Composta ao lado de grandes amigos como MNEK, MTHR e Danja e com coreografia do colaborador de Beyoncé, JaQuel Knight, a faixa passou 16 semanas no top 40 do Reino Unido e representa muito bem a posição de Zara Larsson em 2023: “Can’t change her / Can’t blame her / Can’t tame her” (Ninguém pode mudá-la, culpá-la ou domá-la). A recente faixa "End Of Time" e a colaboração com David Guetta "On My Love" continuam servindo de aperitivo para o terceiro álbum internacional de Zara Larsson, cuja estreia como atriz também foi confirmada no próximo filme da Netflix, "A Part Of You", em 2024.

Sobre David Guetta: 

Produtor. Cantor. David Guetta é um pioneiro musical e um ícone internacional. Atualmente, ele é o nono artista mais escutado no Spotify global e ganhador de dois prêmios Grammy, 11 vezes indicado ao Grammy, 7 singles número 1 no Reino Unido, quase 40 bilhões de streams globais, 50 milhões de discos vendidos em todo o mundo e com mais de 70 milhões de ouvintes mensais do Spotify na conta, tendo sido eleito o melhor DJ do mundo no "Top 100" da DJ Mag três vezes e ganhado o prêmio de melhor artista eletrônico no MTV Europe Music Awards. Também ganhou dois prêmios no LOS40 Music Awards, dois prêmios no MTV EMA, o prêmio "Dance Act of the Year" no iHeartRadio Music Awards e o prêmio 'DJ of the Year' no NRJ Music Awards, tendo sido nomeado como Produtor n.º 1 pela 1001Tracklists. Além disso, este ano, ele foi premiado como "Produtor do Ano" pelo BRITs em reconhecimento ao seu sucesso como produtor. O criativo produtor francês colaborou com algumas das maiores estrelas mundiais como SIA, Nicki Minaj, Rihanna, Justin Bieber, Black Eyed Peas, Shakira, Ariana Grande, Kid Cudi, J Balvin, Becky Hill e Raye. "Baby Don't Hurt Me" vem após "I'm Good (Blue)", que rendeu a Guetta sua 11ª indicação ao Grammy, recebendo uma menção por 'Best Dance/Electronic Recording', teve 1,5 bilhão de streams globais e, simultaneamente, atingiu o número 1 no Top 40 dos EUA e nas paradas da Dance Radio dos EUA. Um mestre criativo em diversos gêneros, seu renome em shows ao vivo o levou este ano a ser a atração principal do palco principal do Ultra Miami Festival em março, além de ser presença garantida em Ibiza e muitos dos maiores eventos e festivais do mundo. À medida que ele continua a dominar as paradas globais e tocar alguns dos sets mais emocionantes de sua carreira, ao mesmo tempo em que expande sua visão criativa, explora novos sons e evolui como artista, David Guetta continua provando porque ele é o artista eletrônico mais querido da nossa geração.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.