Cinema Continuação de 'Animais Fantásticos' estreia em baixa para padrões de 'Harry Potter'

Continuação de 'Animais Fantásticos' estreia em baixa para padrões de 'Harry Potter'

Filme arrecadou US$ 43 milhões em seu fim de semana de estreia nas bilheterias dos Estados Unidos.

Reuters - Entretenimento
'Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore' tem a atriz brasileira Maria Fernanda Cândido no elenco

'Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore' tem a atriz brasileira Maria Fernanda Cândido no elenco

Montagem R7/Divulgação Warner Bros. Pictures

O filme Animais Fantásticos: os Segredos de Dumbledore, terceiro capítulo do spinoff de Harry Potter, arrecadou US$ 43 milhões em seu fim de semana de estreia nas bilheterias dos Estados Unidos.

Em tempos de pandemia, a venda de ingressos foi suficiente para liderar as bilheterias dos cinemas deste fim de semana e se tornar uma das maiores estreias em 2022. Mas também é um sinal de que a magia está em falta no lucrativo e expansivo mundo mágico de J.K. Rowling.

Atingido por críticas que foram das mais negativas até as positivas e pela crescente apatia da estrela da série Newt Scamander (desempenhado pelo ator Eddie Redmayne), Os Segredos de Dumbledore registrou o pior fim de semana de estreia em um filme ligado ao universo de Harry Potter.

O entusiasmo cada vez menor por Animais Fantásticos é problemático porque feitiçaria e magia não são muito baratas. A Warner Bros. desembolsou US$ 200 milhões para produzir Os Segredos de Dumbledore, e o estúdio gastou dezenas de milhões a mais para promover o filme para o público em todo o mundo.

Como seus antecessores, Os Segredos de Dumbledore dependerá das bilheterias internacionais para ganhar dinheiro em sua exibição nos cinemas. Os dois primeiros filmes da série Animais Fantásticos — que terminaram com 814 milhões de dólares e 650 milhões de dólares arrecadados em todo o mundo — geraram quase 75% das receitas em cinemas fora de EUA e Canadá.

Últimas