Cinema Após censura no Vietnã, Filipinas autoriza exibição do filme 'Barbie', com condições

Após censura no Vietnã, Filipinas autoriza exibição do filme 'Barbie', com condições

O longa-metragem inspirado na boneca causou polêmica por mostrar um mapa de uma região marítima disputada entre países

AFP
  • Cinema | por AFP

Resumindo a Notícia
  • O filme 'Barbie' causou polêmica em países asiáticos.

  • Uma cena do filme mostra um mapa da região marítima disputada entre nações.

  • As Filipinas autorizaram a exibição do longa-metragem, com condições.

  • O Vietnã barrou o lançamento de 'Barbie' no país.

Magot Robbie e Ryan Gosling estrelam 'Barbie'

Magot Robbie e Ryan Gosling estrelam 'Barbie'

Reprodução/IMDB

Autoridades de censura das Filipinas disseram, nesta quarta-feira (12), que autorizaram que o filme americano Barbie seja exibido nos cinemas do país, com a condição de que a distribuidora de Hollywood apague um mapa que parece atribuir à China uma zona marítima disputada.

O filme sobre a boneca da Mattel, estrelado por Margot Robbie e Ryan Gosling, será lançado nos cinemas do país asiático em 19 de julho.

Depois de examinar o filme duas vezes e consultar autoridades das Relações Exteriores e especialistas jurídicos, a comissão governamental para o exame e classificação de filmes e programas de televisão declarou que Barbie poderia ser exibido.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp
• Compartilhe esta notícia no Telegram

Os censores filipinos começaram a examinar o longa na semana passada, depois que o Vietnã proibiu seu lançamento devido a cenas que mostram a chamada "linha dos nove pontos", que representa as reivindicações marítimas da China em um mapa.

Mas, depois de ver o filme "meticulosamente", os censores filipinos declararam que o mapa não representava "a linha dos nove pontos", mas o itinerário da jornada imaginária de Barbie no "mundo real", explicou o conselho de censura em um comunicado.

Em uma carta separada a um senador filipino que criticou o filme, os censores disseram que pediram ao estúdio de Hollywood Warner Bros. para "pixelizar" os pontos controversos no mapa.

Um porta-voz do estúdio, citado pela revista Variety, disse que a carta era um "desenho de giz de cera semelhante ao que uma criança pode fazer" e "não tinha a intenção de fazer nenhum tipo de declaração".

Veja os looks dos famosos no pink carpet de 'Barbie', em Los Angeles

Últimas