Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Madame Teia: o filme derivado de Homem-Aranha com a pior aprovação

O Vício|

Madame Teia e Dakota Johnson
Madame Teia e Dakota Johnson Madame Teia e Dakota Johnson (O Vício - Cinema)

Madame Teia, o filme derivado de Homem-Aranha, está enfrentando sérios problemas de aprovação. Segundo os críticos, o longa protagonizado por Dakota Johnson tem sido duramente criticado e está sendo considerado o pior filme derivado da franquia do Homem-Aranha até o momento. A imagem de Madame Teia e Dakota Johnson acima mostra um pouco do visual do filme, mas parece que a aparência não foi suficiente para conquistar o público. A trama do filme, que gira em torno da personagem Madame Teia, uma das figuras mais misteriosas e poderosas do universo do Homem-Aranha, não conseguiu cativar os fãs e nem mesmo os críticos. Até o momento, Madame Teia tem uma das piores avaliações entre os filmes derivados do Homem-Aranha, com muitas críticas apontando problemas no roteiro, na direção e até mesmo nas atuações. Além disso, o longa não conseguiu entregar a dose certa de ação e emoção que os fãs da franquia esperavam. Apesar das expectativas iniciais, o filme não conseguiu alcançar o mesmo sucesso de outros derivados do Homem-Aranha, como "Venom" e "Homem-Aranha no Aranhaverso". A falta de empolgação do público e as críticas negativas podem afetar não apenas o desempenho nas bilheterias, mas também o futuro de possíveis sequências ou spin-offs. Resta agora aguardar para ver se Madame Teia conseguirá se recuperar dessas críticas e conquistar o coração dos fãs do Homem-Aranha. Até lá, o filme continua a ser um dos mais polêmicos e discutidos da franquia.

Leia a matéria completa no nosso parceiro Filmes - O Vício

Leia mais em Filmes - O Vício

• Madame Teia tem pior aprovação para um filme derivado de Homem-Aranha

Publicidade

• Superman: Legacy | James Gunn quebra o silêncio sobre situação envolvendo Bassem Youssef

• Superman: Legacy | Polêmica saída de Bassem Youssef é explicada

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.