Doc sobre Adoniran chega às plataformas

Nesta quinta-feira, 23, chega às plataformas digitais o documentário Adoniran - Meu Nome É João Rubinato, de Pedro Serrano. Distribuído pela Pandora, estreou em janeiro no Belas Artes e agora estará disponível no Now, Vivo Play e Oi Play. Serrano é jovem e chegou ao compositor que sempre teve a cara de São Paulo justamente por seu desejo de retratar, no cinema, os desvalidos da metrópole desumana.

Antes do longa documentário, ele fez, em 2015, o curta de ficção Dá Licença de Contar, que foi premiado no Festival de Gramado, com magníficas interpretações de Paulo Miklos, Gero Camilo e Gustavo Machado como Adoniran, Matogrosso e o Joca. Você não precisa ser paulistano de certidão, apenas viver nesse mundo para identificar os personagens da imortal Saudosa Maloca.

O documentário dá voz ao compositor, que foi ator. Costura depoimentos com material de arquivo. Um dos momentos mais belos é o passeio de Adoniran e Elis Regina pela cidade que ele amava e em processo de marginalização dos pobres que cantou como ninguém.

Ou então a fala de Elifas Andreato, lembrando como criou aquela capa retratando Adoniran como o palhaço triste que ele era.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.