Estúdio recebeu grandes nomes

Pelo estúdio em que será gravado amanhã à noite o show Divas do Sambalanço, já passaram George Benson e Johnny Rivers. O espaço funciona em um cômodo da residência do arquiteto Rubens Azevedo, de 68 anos, que conseguiu levar os artistas internacionais até lá, além de grandes nomes da MPB, caso de Gal Costa.

Definindo-se como um "louco por música", Azevedo criou o Studio 8 há 20 anos. Ele faz reuniões em que músicos se sentem à vontade para tocar o que quiser, em meio a uma atmosfera de intimidade. "Tudo é amador e por amor, feito por gente que gosta de música", explica Azevedo.

No estúdio, aberto apenas para amigos do arquiteto ou pessoas indicadas por eles, é possível fazer a gravação digitalmente, mas o charme do espaço é uma mesa analógica que registra os sons em uma fita de rolo. "Não existe retoque nessas gravações. Tem que saber tocar ou não tem jeito", conta Azevedo, que comprou diversos instrumentos que estão à disposição dos músicos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.