Famosos e TV 'Alec Baldwin não tem culpa', afirma pai de diretora morta

'Alec Baldwin não tem culpa', afirma pai de diretora morta

O ucraniano Anatoly Androsovych falou ainda sobre o neto: 'O menino foi bastante afetado, ele está perdido sem a mãe'

  • Famosos e TV | Do R7

'A responsabilidade é da equipe que cuida dos objetos de cena'

'A responsabilidade é da equipe que cuida dos objetos de cena'

Reprodução/Instagram/ GUILLAUME HORCAJUELO/EFE/EPA - 21.05.2013

Anatoly Androsovych, pai da diretora de fotografia Halyna Hutchins, afirmou neste domingo (24) ao The Sun que não culpa o ator Alec Baldwin pelo acidente que tirou a vida da profissional no set de gravações de Rust.

Alec Baldwin matou acidentalmente a cineasta de 42 anos com uma arma cenográfica. A fatalidade aconteceu quando a equipe gravava uma cena do longa no Novo México.

"Alec Baldwin não tem culpa, a responsabilidade é da equipe que cuida dos objetos de cena e das armas", afirmou Androsovych. 

À publicação, ele disse ainda que Baldwin tem mantido contato constante com a família de Halyna. Ele também falou sobre o neto de 9 anos. "O menino foi bastante afetado, ele está perdido sem a mãe". 

De acordo com o site britânico, o pai de Halyna ainda não chegou aos Estados Unidos para se despedir da filha em um novo funeral que está marcado para este domingo (24). 

Mais cedo, foi revelado o nome da pessoa que deu a arma carregava a Alec Baldwin antes do acidente que tirou a vida da diretora Halyna Hutchins no set de Rust.

De acordo com o TMZ, o diretor-assistente do longa, Dave Hall, teria sido o responsável por levar o revólver ao ator. Segundo a publicação, uma assistente de adereços de cena chamada Maggie Goll, que trabalhou com Hall em produções anteriores, afirmou que o colega de trabalho mantinha o ambiente inseguro nos sets de gravação nos projetos passados.

"A princípio, ele parecia apenas um diretor-assistente mais velho e afável, com a habitual série de idiossincrasias (particularidades), mas essa fachada logo desapareceu. Ele não mantinha um ambiente de trabalho seguro. Quase sempre foi permitido que os sets se tornassem cada vez mais claustrofóbicos, nenhuma pista de incêndio estabelecida, saídas bloqueadas ... reuniões de segurança eram inexistentes", disse Goll à NBC.

Maggie Goll afirmou ainda ter relembrado que em um trabalho anterior, Dave Halls teria deixado as câmeras rodarem no meio de uma emergência médica numa vez em que aconteceu um acidente em uma gravação. Fato que, segundo ela, promovia uma situação perigosa.

A CNN informou ainda que existem queixas contra o diretor-assistente Dave Hall: desrespeito aos protocolos de segurança para o uso de armas e pirotecnia, vias e saídas de incêndio bloqueadas e casos de comportamento sexual impróprio no local de trabalho

"No meu primeiro dia de volta à série, outro membro da equipe me disse para 'tomar cuidado' com Dave, dizendo que ele estava fisicamente muito familiarizado com a equipe, apesar de muitas rejeições e reclamações sobre toques indesejados e desnecessários. Nada muito extremo, mas os membros da produção de todos os gêneros e disposições estavam ficando desconfortáveis ​​com os toques de Dave em suas costas, cintura, ombros, etc", disse Maggie Goll.

Entenda o caso

Na quinta-feira (21), o ator americano Alec Baldwin, de 63 anos, matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, com uma arma cenográfica. A fatalidade aconteceu enquanto a equipe gravava uma cena no set do filme Rust, localizado no Novo México.

"O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin", informou o comunicado emitido pelo gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

Halyna Hutchins chegou a ser socorrida de helicóptero, mas não resistiu aos ferimentos. Os detetives seguem ouvindo as testemunhas, e o acidente permanece sob investigação "aberta e ativa".

Últimas