Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Analice Nicolau relembra críticas da época do 'Jornal das Pernas': 'Anos só ouvindo coisa ruim'

A apresentadora foi entrevistada por Dani Bavoso e Flávio Ricco em 'O Programa de Todos os Programas' desta terça-feira (27)

Famosos e TV|Do R7

Analice Nicolau participa de 'O Programa de Todos os Programas'
Analice Nicolau participa de 'O Programa de Todos os Programas' Analice Nicolau participa de 'O Programa de Todos os Programas'

Analice Nicolau foi a entrevistada de O Programa de Todos os Programas desta terça-feira (27). Durante o bate-papo com Dani Bavoso e Flávio Ricco, a apresentadora e jornalista relembrou a época em que participou do reality show Casa dos Artistas e do polêmico SBT Notícias Breves, que ficou conhecido como "Jornal das Pernas".

Ela começou na carreira artística como modelo e viu a situação mudar depois que posou nua para uma revista masculina. Após esse ensaio sensual, ela foi convidada a participar da segunda edição do Casa dos Artistas, que abriu as portas para ela na televisão.

A apresentadora conta que, um tempo após o reality, Silvio Santos viu que ela estava apresentando um programa de esportes na região sul e que Cynthia Benini fazia muitos comerciais. Então, o empresário decidiu convidá-las a apresentar um novo formato de telejornal, com as apresentadoras vestindo decote e minissaia e sentadas em uma bancada que deixava as pernas à mostra.

O programa ficou conhecido como "Jornal das Pernas", e a jornalista lembra as críticas que recebeu na época. "Foi dois anos e meio de paulera, só ouvindo coisa ruim", conta. "Foi difícil. Era uma jovem, quando a gente tem 25 e uma chance dessa na mão, você se joga de cabeça. Tentava levar como um aprendizado", completa a apresentadora.

Publicidade

Por mais que tivesse recebido muitas críticas na época, e que ainda hoje esse seja um formato controverso, Analice faz a análise de que o programa deu mais liberdade às jornalistas mulheres na televisão. Ela diz que, até então, as repórteres e âncoras precisavam ter uma aparência mais masculina.

"A gente conhecia até então um estilo de jornalismo. As jornalistas mulheres nem se maquiavam quase, usavam cabelo curtinho. O nosso era tudo escândalo, a saia curtinha, maquiagem, o decote. O Silvio visualizou o futuro de dar a liberdade para as mulheres serem femininas. Antes, elas eram todas masculinizadas", diz.

Publicidade

Sobre a Casa dos Artistas, Analice Nicolau lembra que entrou no reality show quando ele já tinha começado. Ela e Rafael Vanucci, filho de Vanusa, foram convidados a ingressar no programa após a desistência de dois participantes. A apresentadora conta que Silvio Santos chamou os dois porque eles haviam posado nus fazia pouco tempo, e o dono do SBT acreditava que eles iriam causar no confinamento.

Além do reality e do "Jornal das Pernas", Analice trabalhou no jornalismo da emissora da família Abravanel até 2019. Ela conta que foi diagnosticada com crise do pânico em 2013, por conta do excesso de trabalho e de se cobrar demais.

Publicidade

"Fui diagnosticada com crise do pânico por engolir muita coisa, me exigir muito, querer dar sempre o melhor e não ter me respeitado. Foi um período muito difícil, porque é difícil chegar e falar 'preciso de ajuda' e ver que todos naquele lugar estão doentes. Precisava sair e viver outras experiências", relembra Analice Nicolau, que procurou ajuda psicológica e psiquiátrica para tratar os transtornos.

Veja abaixo a entrevista na íntegra:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.