Famosos e TV Angelina Jolie revela que filha sofreu racismo após cirurgia

Angelina Jolie revela que filha sofreu racismo após cirurgia

Ao entrevistar médico que estuda diferentes tipos de pele, atriz citou exemplo de informação errada passada por uma enfermeira

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Angelina Jolie revelou um caso de racismo vivido pela filha
  • Em conversa com um médico, Jolie contou o que aconteceu
  • Segundo ela, a filha Zahara, que tem a pele negra, precisou de cirurgia
  • Após o procedimento, uma enfermeira disse que ela deveria ligar caso a pele 'ficasse rosa'
Angelina Jolie caminhando com a filha Zahara, de 16 anos

Angelina Jolie caminhando com a filha Zahara, de 16 anos

Splash News/The Grosby Group

Angelina Jolie revelou uma situação de racismo que passou com a filha Zahara, de 16 anos. 

A atriz entrevistou o médico Malone Mukwende para a revista Time. Malone é responsável por um estudo sobre doenças que se manifestam de maneiras diferentes em cada tipo de pele.

O médico lançou um livro sobre o assunto, chamado Mind the Gap, e uma plataforma virtual com o intuito de empoderar as pessoas com conhecimento sobre saúde. Segundo Malone, na faculdade de medicina, a pele branca era sempre referência para estudar doenças e irritações.

Ao falar sobre o assunto, Jolie citou algumas experiências que viveu com a família: "Eu tenho filhos de diferentes origens, e eu sei que quando todos pegamos uma alergia na pele, parecia drasticamente diferente dependendo da cor da pele deles. Mas sempre que eu olhava nos prontuários médicos, a referência era sempre a pele branca".

A atriz ainda revelou um caso que aconteceu com uma de suas filhas: "Recentemente, minha filha Zahara, que eu adotei na Etiópia, precisou fazer cirurgia e depois disso a enfermeira me disse que deveria ligar para eles caso a pele dela 'ficasse rosa'".

Malone explicou então de onde surge o problema: "Foi esse o tipo de coisa que eu comecei a perceber a princípio. Quase toda a comunidade médica é ensinada dessa forma. Existem uma linguagem e uma cultura na profissão médica porque foi feito dessa forma por muitos anos, e como ainda estamos fazendo assim depois de todos esses anos, não parece ser um problema".

De acordo com o médico, a falta de diversidade pode também prejudicar os pacientes fisicamente: "No entanto, como você ilustrou, é muito problemático para um grupo de pessoas da população, porque simplesmente não vai acontecer dessa forma [em uma pele negra] e se você não souber disso, provavelmente não ligará para o médico".

Jolie é mãe de Zahara, Shiloh, Vivienne, Maddox, Pax e Knox.

Últimas