Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após complicações, namorada de Toguro lamenta não poder mais engravidar: 'É pesado para mim'

A influenciadora Nara Paraguaia sofreu uma hemorragia após o parto do filho, Gael, e perdeu o útero

Famosos e TV|Do R7

Nara Paraguaia é mãe de Gael, do relacionamento com Toguro
Nara Paraguaia é mãe de Gael, do relacionamento com Toguro Nara Paraguaia é mãe de Gael, do relacionamento com Toguro

Nara Paraguaia, a namorada do influenciador Tiago Toguro, teve complicações após o parto do filho, Gael. A influenciadora sofreu uma hemorragia, recebeu transfusões de sangue e chegou a ser entubada. Nesta quinta-feira (21), duas semanas após o ocorrido, ela contou que retornou ao médico para saber a dimensão do que lhe aconteceu e descobriu que não pode mais engravidar.

"Tinha escolhido não saber a fundo tudo o que aconteceu, por questões de querer focar o que tinha no meu braço, que era o Gael, e queria entregar os meus 100%, por mais que não estivesse 100%, e queria me doar ao Gael sem dor e sem chorar", explicou a influenciadora.

Quando ainda estava no hospital, Nara já sabia que tinha perdido o útero. Porém, foi só na consulta de retorno que soube que passou por uma histerectomia parcial, ou seja, os médicos retiraram o útero e o colo do útero, mas a deixaram com ovários.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

"Tenho 25 anos, ainda preciso dos meus hormônios, então eles deixaram os meus ovários. Tinha medo de não ter mais nada, tinha medo de saber a verdade. Graças a Deus tenho meus ovários ainda", falou.

Por ainda ter os ovários, ela ainda pode ter filhos por inseminação artificial. Porém, como não tem mais útero, não é capaz de gerar. "Esse assunto é pesado para mim, sempre sonhei em ter uma família de três ou quatro filhos, mas por enquanto ainda não estou pronta para pensar sobre isso. É um assunto bastante delicado, em que só conseguirei pensar lá na frente", lamentou.

Nara Paraguaia também disse que, se os médicos não tivessem retirado o útero, ela não teria sobrevivido. "A parede da minha vagina teve um corte, e esse corte fez a hemorragia acontecer. Uma vez que você dá à luz, o útero começa a ter contrações, e o meu não estava contraindo por conta da hemorragia. Se não arrancassem meu útero, eu iria a óbito. Não teria possibilidade nenhuma de viver", contou.

Toguro e namorada superam dificuldades após nascimento do filho

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.