Famosos e TV Ator Henri Castelli revela que ainda sente dores e dificuldade para falar 

Ator Henri Castelli revela que ainda sente dores e dificuldade para falar 

Artista, que completa 43 anos nesta quarta-feira (10), celebrou a data e contou detalhes de recuperação após episódio de agressão 

  • Famosos e TV | Do R7

Ator completou 43 anos

Ator completou 43 anos

Reprodução/Instagram

Henri Castelli revelou que ainda apresenta dificuldades para falar após ter sido vítima de um caso de violência brutal em Barra de São Miguel, no Alagoas, no dia 30 de dezembro. O ator, que completa 43 anos nesta quarta-feira (10), celebrou a data e, também, contou que segue se recuperando do episódio de agressão. 

"Estou na minha casa. Aliás, nos últimos tempos, por conta da covid-19 e pelo acidente que sofri, estou aqui dentro de casa. Mas hoje é um dia especial, meu aniversário. Queria agradecer a vocês, amigos e família. A todos que gostam e rezam por mim", contou. 

Na sequência, o artista explicou o motivo da dificuldade para se comunicar. "Não liguem para a minha voz. Está um pouco abafada, ainda. Não consigo articular muito bem para falar. Até porque ainda dói um pouquinho. Logo, logo estarei cem por cento."

As agressões, segundo Castelli

Henri Castelli usou as redes sociais no dia 11 de janeiro para relatar ter sido vítima de um caso de violência brutal em Alagoas, no dia 30 de dezembro. Em uma série de stories publicado no Instagram, o ator de 43 anos falou sobre o ocorrido.

"Anunciaram há pouco que eu entrei numa briga em Alagoas, o que não é verdade. Foi muito triste o que aconteceu comigo. Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender", afirmou à época.

"Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento", declarou o ator, que mostrou os exames e o raio-x que fez na ocasião.

Henri Castelli disse que, naquele momento, passou a receber orientações de sua cirurgiã dentista. "Os vídeos serão juntados ao processo. O médico e sua equipe optaram por amarrar a minha boca com um fio de aço para que eu fizesse a cirurgia em São Paulo e pudesse cumprir meus compromissos de trabalho", detalhou.

Outro lado

O principal acusado da agressão contra Henri Castelli em 30 de dezembro, no estado de Alagoas foi ouvido pela polícia em janeiro e se defendeu dizendo que foi Castelli quem iniciou a briga, e que ele teria apenas reagido a uma primeira agressão do ator. 

O homem, que não teve seu nome divulgado, e outras duas pessoas que teriam participado da agressão, serão indiciados por crime de lesão corporal grave.

À época, o delegado responsável pelo caso, Fabrício Lima, afirmou à reportagem da Record TV que os três acusados já foram ouvidos e, agora, a polícia analisará seus depoimentos e de outras testemunhas, além do próprio ator.

Últimas