'Câmera Record' exibe reportagem sobre conflitos em terras indígenas

Durante três meses, equipe do jornalístico percorreu 3 mil quilômetros pelo Maranhão para mostrar confronto que já resultou em 50 assassinatos

Programa ao ar após o 'Domingo Espetacular'

Programa ao ar após o 'Domingo Espetacular'

Divulgação/Record TV

Neste domingo (15), as lutas que envolvem as terras indígenas do Maranhão são tema do Câmera Record com a reportagem Guajajara: Terra de Conflitos. Desmatamento, violência e impunidade geraram quase 50 assassinatos nos últimos 20 anos. 

Para mostrar esse cenário, há cerca de três meses o Câmera Record investiga o tema. A equipe, com os repórteres Romeu Piccoli, Tarcísio Badaró e Leonardo Medeiros, rodou por 3 mil quilômetros da região, passou por diferentes terras indígenas e conversou com quem vive, acompanha ou deveria acompanhar essa história.

Só nos últimos meses foram quatro mortes. Entre elas, a de Paulo Paulino Guajajara, um dos Guardiões da Floresta, grupo armado que, com a ausência do Estado, se organizou para defender a terra contra madeireiros ilegais e outros invasores.

Centro desse conflito, a Terra Indígena Arariboia é ainda a casa do povo mais ameaçado do mundo. Os Awá são dezenas de indígenas isolados, sem contato com o homem branco e que veem, a cada dia, o perigo ficar mais próximo.

O Câmera Record, apresentado por Marcos Hummel, vai ao ar às 23h15.