Clarice Amaral, ex-apresentadora da Record TV, morre aos 84 anos

Ela comandou o programa 'Grande Gincana Kibon', 1º programa infantil brasileiro com plateia, e foi pioneira no merchandising da televisão

Clarice Amaral morre aos 84 anos

Clarice Amaral morre aos 84 anos

Reprodução/Instagram

Clarice Amaral, ex-apresentadora de Grande Gincana Kibon, primeiro programa infantil com plateia na Record TV, morreu na noite de sábado (27), na cidade de Cunha, em São Paulo, aos 84 anos. As causas da morte ainda são desconhecidas.

Leão Lobo publicou um vídeo em que contava a história dela e lamentava a morte da colega. Ele lembrou que Clarice foi pioneira na publicidade da televisão. 

"Ela foi um sucesso nos primeiros 30 anos [da televisão]. Ela foi a mulher que criou o merchandising na TV. Ela fazia um programa muito famoso na Record TV, A Grande Gincana Kibom, depois ela foi para a TV Cultura e fez lá o São Paulo Capital Rua Augusta, que era um programa de vendas. Quando ainda não existia o shopping, a Rua Augusta era o epicentro das vendas elegantes de São Paulo. Depois ela foi para a TV Gazeta fazer o Clarice Amaral em Desfile, que deu origem depois ao Mulheres em Desfile. Era um programa de 5 horas, cheio de atrações e merchandising."

A apresentadora do Grande Gincana Kibom trabalhou no programa de 1955 a 1969, ao lado de Vicente Leporace. Depois, Clarice continuou sua trajetória na TV Gazeta e migrou para a rádio. 

Os fãs lamentaram a morte da pioneira na televisão, assim como Lilian Blanc. "Pena, lembro tanto", disse a atriz.