Famosos e TV Deborah Secco revela tática secreta para manter vida sexual ativa com o marido

Deborah Secco revela tática secreta para manter vida sexual ativa com o marido

A atriz disse que organiza uma agenda com os dias escolhidos para fazer sexo com o marido, Hugo Moura

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Deborah Secco revelou a tática secreta para manter a vida sexual ativa.

  • A atriz participou do podcast 'PodDelas', na última quarta (7), e disse que tem uma agenda.

  • 'Me programo para transar, porque isso me faz bem', contou ela no podcast.

  • A atriz também falou do tabu em torno da sexualidade das mulheres.

Deborah Secco revela tática para manter vida sexual ativa

Deborah Secco revela tática para manter vida sexual ativa

Reprodução/Instagram

Deborah Secco participou do podcast PodDelas, na última quarta-feira (7), e revelou uma tática secreta para conseguir manter a vida sexual ativa. Ela disse que organiza uma agenda com os dias escolhidos para fazer sexo com o marido. A atriz é casada desde 2015 com Hugo Moura. 

"Eu sou uma mulher com uma sexualidade mais plural. Tenho um casamento que é em um modelo não tão fechado, também não é um casamento aberto, mas é conversado, negociado", começou no podcast.

Ela disse que, no começo, é difícil seguir o método de organização de agenda, mas depois de um tempo tudo se alinha: “No dia a dia, no acordar, no dar o banho na criança, no ‘vamos transar hoje?’, ‘hoje eu estou um pouco cansada, vamos amanhã’. Eu boto lá na agenda, às vezes, me programo para transar, porque isso me faz bem".

A atriz explicou que o marido é o melhor amigo dela e sabe tudo sobre ela: "Cada situação que a gente encontrar no decorrer da nossa caminhada, a gente vai conversar e resolver de formas diferentes. Talvez isso seja um pouco mais moderno, um pouco mais para a frente".

Além disso, Deborah disse que, durante a sua juventude, falar sobre os desejos de uma mulher era considerado errado, e que apesar das discussões terem progredido, nos últimos anos, algumas pessoas ainda veem o assunto como um tabu. Porém, ela quer que a filha, Maria Flor, de 7 anos, tenha experiências em um ambiente mais saudável.

"Eu não quero que a minha filha passe por isso. Eu não quero que ela precise mentir, se submeter, fingir e acatar para satisfazer um cara. Eu quero que ela tenha tanto prazer quanto o cara. O sexo é de dois, não é de um. E durante muitos anos foi apenas de um. Eu ia lá, deitava, fingia e ia embora, e ninguém fala disso", contou.

A atriz disse que se conseguir mudar uma vida já valeu o preço que ela paga por ser uma mulher livre hoje em dia: "O início da construção da minha sexualidade foi toda solitária, porque eu não tinha com quem falar. Eu tinha vergonha".

De sexualidade do marido a excesso de pelos: Gretchen prova que não tem papas na língua

Últimas