Famosos e TV Edson e Deia Cypri criam canal para mostrar rotina da família

Edson e Deia Cypri criam canal para mostrar rotina da família

Sertanejo e a influencer aproveitaram momento de confinamento para tocar projeto que estava previsto desde 2019

  • Famosos e TV | Helder Maldonado, do R7

Edson e Deia Cipri mostram a rotina da família

Edson e Deia Cipri mostram a rotina da família

Divulgação

O momento de isolamento social em Indaiatuba, interior de São Paulo, motivou o casal Edson Cadorini e a muher Deia Cypri a lançar um canal apenas com conteúdo familiar.

O projeto, batizado de Edson em Família, mostra a intimidade deles e da filha Bella, de apenas um ano.

Deia explica que já existia a intenção de fazer algo do tipo, mas que a vida do sertanejo na estrada impedia que as gravações fossem realizadas. "A rotina de um músico é muito atribulada. Cada dia em uma cidade, nunca tem tempo para nada e, quando está em casa, quer descansar. Então, fomos adiando. Mas na quarentena, deu para realizar esse sonho!"

Edson, no entanto, acrescenta que, além desses percalços, evitou as filmagens também por temer "cancelamento" dos fãs nas redes sociais, caso deixasse escapar alguma declaração polêmica. "Eu sou muito franco, aberto, sem papas na língua. E hoje problematizam tudo, é um mimimi danado. Aí fiquei com receio, mas resolvemos criar um conteúdo bem familiar, que não dará margem para eu falar alguma bobagem", assume o músico.

Os vídeos irão ao ar uma vez por semana, sempre às quintas, ao meio-dia. A duração vai depender da recepção do público, segundo Deia. "Não queremos criar nada cansativo, mas também temos muito a mostrar na nossa vida", avalia.

Segundo Edson, ele e a mulher criaram quadros que não focam apenas na exposição da vida, mas que possam ser úteis para as famílias na quarentena. "É um momento difícil e espero que a gente leve algum conforto. Além dessa parte mais familiar, também terei um quadro musical no qual resgatarei as minhas influências no sertanejo para levar um pouco de alegria para as pessoas em casa", garante.

A ideia é manter o canal no ar mesmo depois do fim da pandemia, quando a dupla Edson e Hudson retomar as atividades normais. "Vai ser mais difícil, porém, com o hábito de gravar, acho que ficará mais fácil e rápido também", aposta Deia.

Edson e Hudson apostaram em lives na quarentena

Edson e Hudson apostaram em lives na quarentena

Denis Ono/Divulgação

A alternativa live

Enquanto não podem retomar os shows, Edson e Hudson têm aproveitado o momento para realizar lives com patrocínio de uma grande cervejaria nacional.

Segundos eles, a alternativa para continuar trabalhando, além de garantir alguma renda, tem ajudado na renovação de público e alcance da dupla, que na última década se separou e enfrentou problemas relacionados ao vício de Hudson em drogas. "Tivemos diversos problemas e isso afeta mesmo. Não tem como negar. Mas, embora o momento seja muito triste por conta da pandemia, temos obtido algum sucesso no ambiente digital, que não era nosso forte até agora", revela o cantor.

Para ele, as lives foram uma alternativa não só para que os músicos não ficassem parados nesse momento em que aglomerações estão vetadas pelo país, mas para que a equipe deles também tivesse como continuar tendo fonte de renda. "Existe um risco em realizar live? Sim. Qualquer show precisa de uma equipe. E, por menor que seja, ainda assim estamos falando de umas 20 pessoas. Tomamos todos os cuidados, testamos os envolvidos e mantemos o distanciamento. Mas o corona é traiçoeiro, né? Nunca se sabe. Porém, não temos como parar por completo também, por motivos financeiros mesmo", garante o sertanejo.

Segundo ele, durante a quarentena, eles pretendem realizar mais quatro shows nesse formato, sendo o próximo em parceria com Matogrosso e Mathias em uma das fazendas do apresentador Ratinho. "As lives servem de alento para as pessoas que estão em casa. Tem um papel importante nesse momento também e vai além da diversão, tenho certeza", define Edson.

Últimas