Ex de DiCaprio faz acordo para não ser presa por sonegação de imposto

Modelo Bar Refaeli namorou o ator durante seis anos e está sendo acusada junto com sua mãe em Israel; elas devem pagar multa de até R$ 15 mi

Reprodução/Instagram

A modelo Bar Rafaeli, que namorou Leonardo DiCaprio por 6 anos, fez um acordo em Israel para prestar serviços comunitários após ser acusada de sonegação de impostos.

A justiça do país decidiu que a mãe dela, Tzipi Refaeli, cumprirá pena de 16 meses na prisão, de acordo com o The Times de Tel Aviv, capital israelense.

A acusação e investigação criminal aconteceu quando ela, supostamente, mentiu que estava morando com o ator nos Estados Unidos, em vez de contar que estava de Israel.

A modelo e a mãe pagarão multas de quase R$ 3.550.000 milhões, além de mais de R$ 11 milhões em impostos atrasados. O valor total chega a mais de R$ 15 milhões de reais.

O jornal conta que o acordo deve ser apresentado ao Tribunal de Tel Aviv ainda nesta terça-feira (9). No documento, constam todas as reivindicações criminais e civis que envolvem os impostos de Bar.

Ver essa foto no Instagram

אמא של אמא

Uma publicação compartilhada por Bar Refaeli (@barrefaeli) em

A modelo argumentou que as sonegações aconteceram nos Estados Unidos, quando morou no país durante o namoro com DiCaprio.

Contudo, os promotores do processo contra-argumentaram a afirmação e disseram que Bar e Tzipi se disfarçaram no intuito de esconder milhares de dólares em ganhos das autoridades fiscais entre 2009 e 2012.

A ex do ator foi mãe pela terceira vez em janeiro deste ano. Ela é casada com o executivo Adi Ezra.