Famosos e TV Final de 'A Escrava Isaura' e estreia de 'Escrava Mãe' garantem liderança

Final de 'A Escrava Isaura' e estreia de 'Escrava Mãe' garantem liderança

Último capítulo da trama de época da Record TV desbancou a emissora concorrente em Salvador, Belo Horizinte, Goiânia e Recife

'A Escrava Isaura' chegou ao fim na terça-feira (18)

'A Escrava Isaura' chegou ao fim na terça-feira (18)

Reprodução/Record TV

O último capítulo de A Escrava Isaura, exibido na última terça-feira (18), garantiu com folga e dois dígitos a liderança isolada em Salvador, Belo Horizonte e Goiânia. Também ficou em primeiro lugar em Recife. Em São Paulo e Rio de Janeiro, bateu recordes e cravou a vice-liderança absoluta.

Escrita por Tiago Santiago e com direção-geral de Herval Rossano, a novela foi ao ar das 15h16 às 15h53 e revelou Malvina (Maria Ribeiro) como a assassina de Leôncio (Leopoldo Pacheco).

Da estreia ao fim, na praça paulista, superou a exibição de 2007, também vespertina. A sucessora, Escrava Mãe, estreou na liderança absoluta em Salvador e Belo Horizonte.

Com autoria de Gustavo Reiz e direção-geral de Ivan Zettel, a trama foi ao ar no mesmo dia 18 e em horário especial, das 15h53 às 16h20. Mostrou a origem da protagonista Juliana (Gabriela Moreyra) e seu encontro com Miguel (Pedro Carvalho).

Salvador 

Na praça baiana, a audiência do desfecho de A Escrava Isaura foi três vezes maior que a da emissora vice-líder do horário: enquanto a Record TV atingiu os 21 pontos de média, a concorrente ficou com 7 pontos. O share foi de 42%!

Logo na sequência, com o capítulo de estreia, a sucessora Escrava Mãe obteve 17 pontos de média e 35% de share, mantendo-se na liderança isolada. A segunda colocada permaneceu com 7 pontos de média no horário.

Belo Horizonte 

Já na capital mineira, ao atingir 15 pontos de média e 35% de share, a novela que se despediu da programação venceu a vice-líder com mais que o dobro de pontos: a concorrente marcou média 7 no horário.

O folhetim que entrava no ar na mesma tarde, para substituí-la, ficou seguro no primeiro lugar isolado ao marcar 12 pontos de média e 26% de share contra os 9 pontos conquistados pela segunda colocada.

Goiânia 

Ao registrar 12 pontos de média e 27% de share, Goiânia bateu recorde de audiência e também garantiu a primeira posição absoluta para A Escrava Isaura, enquanto a segunda colocada na mesma faixa de exibição obteve 7 pontos de média.

Escrava Mãe fez mais que o dobro da média da terceira colocada, cravando a vice-liderança isolada com 9 pontos de média e 21% de share. A concorrente ficou com 4 pontos de média.

Recife 

Na praça pernambucana, A Escrava Isaura garantiu o primeiro lugar com 10 pontos de média e 22% de share.

Escrava Mãe entrou no ar com média de 8 pontos e share de 17%, assegurando a vice-liderança isolada com dois pontos a mais que a terceira colocada.

São Paulo

Em São Paulo, o episódio final de A Escrava Isaura bateu o recorde da própria trama desde a estreia (em 07/10) e da sua faixa de exibição!

Vice-líder isolado, o final marcou 11,1 pontos na praça paulista!

É também a maior audiência da capital registrada na primeira faixa de novela da tarde, desde que a emissora passou a exibir folhetins nesse horário, com Prova de Amor (2015)!

Ainda sobre o último capítulo, a trama superou o índice alcançado pela sua antecessora, até então líder nesse item: em 15/10, Bela, a Feia registrou 9,3 pontos de média com seu término (16% a menos que A Escrava Isaura).

O pico, na terça, chegou a 12 pontos; o share, a 20%. No mesmo período, o canal em terceiro lugar marcou 3,9 pontos de média, ou seja, a Record TV o venceu com quase o triplo da audiência.

A exibição completa (2019/2020) da novela, ainda, superou a média da versão de 2007, também levada ao ar no período da tarde: fez, agora, 7 pontos na média total, enquanto a edição anterior fez 5 pontos, dois a menos.

Já o lançamento de Escrava Mãe conquistou 8,7 pontos de média, 12 pontos de pico e 15% de share, também firmando-se na vice-liderança isolada.

A audiência supera a estreia de A Escrava Isaura, sua antecessora, que havia fechado em 7,9 pontos de média em 07/10. Na primeira faixa de novelas vespertinas da Record TV, é a melhor estreia registrada desde 2017.

A emissora terceira colocada no horário obteve 4,2 pontos.

Rio de Janeiro 

No Rio de Janeiro, o desfecho de A Escrava Isaura também bateu recorde de audiência desde a estreia. Conquistou, ainda, o segundo melhor share do período: 23%.

A média do último capítulo ficou em 11,3 pontos, índice que supera o registrado pelo fim da antecessora: em 15/10, na praça fluminense, a trama de Bela, a Feia se despedia com 11,1 pontos de média (até então recorde entre os desfechos da faixa).

O pico de A Escrava Isaura ficou em 12 pontos. Foi vice-líder isolada, mas encostada na liderança (que obteve 11,5 pontos de média).

A emissora em terceiro lugar fechou o período com média de 4,3 pontos, ou seja, sete pontos a menos que a Record TV.

Já o lançamento de Escrava Mãe marcou 9,3 pontos de média, 11 pontos de pico e 18% de share.

A audiência supera a estreia de sua antecessora, que em 07/10 obteve 7,3 pontos de média.

A nova trama também registrou a melhor média de estreia nesta faixa de novelas vespertinas da Record TV desde 2016.

A emissora terceira colocada no horário obteve 4,7 pontos de média.

No PNT (Painel Nacional de Televisão), o término da novela de sucesso da Record TV obteve mais que o dobro da audiência da concorrente, firmando-se no segundo lugar absoluto! O mesmo ocorreu com sua sucessora.

A Escrava Isaura fez 11 contra os 4 pontos de média da terceira colocada, ficando ainda com 21% de share.

Ainda no Mercado Nacional, Escrava Mãe estreou com 9 pontos de média contra os 4 pontos da concorrente. Fez 17% de share.

Distrito Federal

No Distrito Federal, o resultado do desfecho de A Escrava Isaura merece destaque: vice-líder isolada, a trama registrou o quádruplo da média da concorrente ao marcar 8 pontos, com 16% de share. A terceira colocada registrou 2 pontos.

Sua substituta, no mesmo dia, fechou o placar de 5 x 2 pontos de média sobre a concorrente em terceiro lugar. O share foi de 11%.

Campinas

Na praça de Campinas (SP), a revelação de quem matou Leôncio rendeu a vice-liderança absoluta à novela que acabava. No horário completo da atração, o placar foi de 7 x 2 pontos –média mais que três vezes maior, portanto, que a obtida pela terceira colocada. O share da novela ficou em 13%.

Escrava Mãe, na sequência, fez 5 pontos de média contra os 2 pontos da terceira colocada. O share foi de 9%.

Vitória

Em Vitória, A Escrava Isaura se despediu, na última terça, com capítulo na vice-liderança absoluta e média que superava o dobro da alcançada pela emissora terceira colocada no horário. O placar foi de 8 x 3 pontos de média. Fez 19% de share.

A atração substituta fechou a primeira exibição com o dobro da terceira colocada, que marcou 4 pontos. Fez, portanto, 8 pontos de média. O share ficou em 18%.

Belém 

Em Belém, A Escrava Isaura cravou o dobro da audiência da concorrente em terceiro lugar, garantindo a vice-liderança isolada com 10 pontos de média e 20% de share.

Escrava Mãe fez 9 x 4 pontos de média. O share ficou em 18%.

Região Sul 

No Sul, o capítulo final de A Escrava Isaura também celebrou a vice-liderança isolada.

Em Porto Alegre, o desfecho registrou média de 5 pontos e share de 10%. A emissora terceira colocada obteve 4 pontos de média no período.
Já em Curitiba, a média da Record TV no horário da novela ficou em 7 pontos, contra os 5 pontos da concorrente em terceiro lugar. O share da trama ficou em 13%.

Em Manaus, o final de A Escrava Isaura garantiu a vice-liderança isolada do horário com 5 pontos de média e 10% de share. A emissora terceira colocada ficou com 3 pontos de média. Escrava Mãe estreou com placar 4 x 3.

Últimas