Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Gustavo Mendes admite equívoco em denúncia de tentativa de assalto em Minas Gerais

O humorista explicou que foi agredido após ter uma discussão verbal com um casal que pedia dinheiro na rua

Famosos e TV|Do R7


O humorista Gustavo Mendes admitiu em suas redes sociais, nesta terça-feira (17), que não foi vítima de assalto após a Polícia Civil de Juiz de Fora ter concluído o inquérito do caso.

Gustavo Mendes disse que se equivocou na denúncia
Gustavo Mendes disse que se equivocou na denúncia

"Venho aqui esclarecer exatamente o que aconteceu. Bom, primeiro preciso lembrar vocês que tomei duas pedradas na cabeça bem fortes. Não aconteceu nada pior, mas foram dadas para matar. Está aí nas imagens", começou ele.

Em seguida, ele afirma que foi a um bar, bebeu e que não se lembra de ter encontrado com uma mulher quando contou sua primeira versão da história à polícia.

“Uma mulher me para às 4 horas da manhã e eu dou uma resposta ríspida para ela para não parar. Eu estava com medo de madrugada na rua. Ela me pede dinheiro e eu tenho uma frase que eu sempre digo quando me pedem dinheiro: ‘Tenho, mas não vou’. Ela foi, falou para o marido dela que estava logo atrás e ele veio tirar satisfação comigo. Achei que fosse uma tentativa de assalto porque ele colocou a mão debaixo da camisa e fiquei com medo", disse.

Publicidade

Gustavo explicou que estava acompanhado de outra pessoa e que ele e o agressor começaram uma discussão verbal. Após isso, o homem o acertou com duas pedras na cabeça.

"Enfim, quando ele vem para cima de mim para tirar satisfação, ele bota a mão debaixo da camisa, ele diz isso em depoimento, e fiquei com medo, fiquei apavorado, achei que era uma tentativa de assalto, tinha uma pessoa comigo e começo uma pequena discussão, dizendo: 'Você está querendo me assaltar, quem você está pensando que você é? Sai daqui, corre daqui'. Falo bem frio e agressivo. Ele vai e pega duas pedras e me tampa para me acertar e matar. E sai fugido, e eu ainda vou atrás dele, porque fiquei com medo de ele pensar que, ao me derrubar, eu ficaria fraco e ele pudesse me espancar."

Por fim, o ator diz que se equivocou na denúncia. "Fato é que eu me equivoquei nessa denúncia, mas fui vítima dessa agressão, eu sofri essa agressão, eu poderia estar morto a esta hora. A violência é um problema grave. Me julgar por eu ter me equivocado com os fatos é uma burrice. Tomei um trauma na cabeça e quero agradecer para que fique tudo esclarecido, porque nada mais importante do que a verdade. Graças ao trabalho da Polícia Civil, que fez esse inquérito com muita competência e muita agilidade", completou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.