Famosos e TV Hoje na 'pior forma', Will Smith já mostrou corpo trincado nas telonas

Hoje na 'pior forma', Will Smith já mostrou corpo trincado nas telonas

Astro de Hollywood ostentou músculos quando interpretou o pistoleiro Floyd Lawton, no filme 'Esquadrão Suicida', em 2016 

  • Famosos e TV | Do R7

Ator já desfilou com o corpo trincado quando participou do elenco de 'Esquadrão Suicida' (2016)

Ator já desfilou com o corpo trincado quando participou do elenco de 'Esquadrão Suicida' (2016)

Reprodução/Instagram

Will Smith, de 52 anos, escreveu um desabafo sobre a atual forma física, na noite de domingo (2), por meio de publicação nas redes sociais. "Serei sincero com vocês: estou na pior forma da minha vida". disse o artista, no Instagram.

O astro, que recentemente se recusou a gravar cenas do novo filme no estado da Geórgia, nos EUA, após mudança em lei eleitoral, compartilhou uma imagem com a barriga a mostra. Os fãs dele, no entanto, discordaram do artista. Nia Long, ex-colega de elenco em Um Maluco no Pedaço, rebateu a mensagem do famosos. "Você ainda arrasa, baby".

Entretendo, a ator já desfilou com o corpo trincado quando participou do elenco de Esquadrão Suicida (2016). Na produção, do diretor David Ayer, o famoso dá vida a Floyd Lawton (Pistoleiro). O personagem é um assassino de aluguel especialista em armas. 

Lawton é um criminoso com conflitos éticos. Que gosta de caçar, mas que também tenta fazer o que "é certo" para a filha. Ou seja, durante o dia ele é um verdadeiro mercenário e, à noite, é um pai preocupado. 

Vale lembrar que em fevereiro de 2019, Smith decidiu deixar o processo por conta de conflitos na agenda de trabalho. Com isso, o astro Idris Elba acabou sendo contratado para assumir o lugar dele na produção.

Novo filme

 Geórgia se tornou um importante centro de produção para a indústria cinematográfica

Geórgia se tornou um importante centro de produção para a indústria cinematográfica

Reprodução/Instagram

No mês passado, o astro se recusou a gravar cenas de novo filme sobre escravidão na Geórgia depois que o estado, que fica na região sul dos Estados Unidos, aprovou uma lei de direito ao voto que, segundo os opositores, visa reduzir a participação de comunidades negras e outras subrepresentadas.

A Geórgia se tornou um importante centro de produção para a indústria cinematográfica americana nos últimos anos, mas a medida adotada pelos produtores segue as crescentes críticas públicas e boicotes de empresas, organizações esportivas e de entretenimento devido à controversa decisão do mês passado.

Últimas